sexta-feira, 22 de maio de 2009

Restaurante "O Real" - Terrugem

Sempre que no Verão me desloco para as praias da zona da Ericeira passo por uma placa publicitária de estrada a respeito deste restaurante que sempre me deixa alguma água na boca pela ementa apresentada. No entanto, por uma ou outra razão, nunca tinha tido a oportunidade de experimentar as suas iguarias e disfrutar do seu espaço até que a vontade de poiso novo e decisão espontânea do momento me fizeram ir até lá.
O Restaurante “O Real ” fica na Terrugem (Sintra) a meio caminho de praias como a do Magoito ou de S. Julião e foi aquilo a que se posso chamar uma bela surpresa. A sala é ampla e agradável e causa desde logo a primeira surpresa pela diferença entre o exterior do Restaurante ,que parece mais um daqueles de província e de beira de estrada, para um interior de muito bom gosto, diferente e sugerindo um esforço pessoal do dono em transmitir uma sensação de qualidade. Na minha opinião, missão cumprida. A ementa é à base de grelhados de Carne e Peixe, podendo mesmo, no caso do peixe do mar, pedir a sua escolha ao kilo.
Passando à refeição, informo que temos logo de ter cuidado com as entradas. Entram-nos pelos olhos e não apetece parar de comer. A salada de Leitão é deliciosa e o pão de alho a acompanhar faz com que a dieta vá ao ar. O prato principal é apresentado com uma linha de gosto, quase poderei utilizar o chavão e gourmet e a qualidade da mesma não fica atrás do que aos olhos chega. O arrozinho de feijão que acompanha os grelhados de carne é de fazer lembrar o caseiro. De sobremesa, que é a parte à qual menos importância dou, destaco o facto de praticamente ser composta por doces caseiros e o arroz doce, ainda quente e com a dose certa de canela à nossa disposição é de comer e chorar por mais. Não duvido que lá volte para confirmar esta boa impressão inicial.
Preço médio por refeição: 12 €
Atendimento: Personalizado e Familiar
Satisfação: 8/10

domingo, 3 de maio de 2009

Quinta Da Esperança 2004

Quinta da Esperança 2004
Data da Prova:
2 Maio 2009


Características
Tipo:
Tinto
Castas:
Touriga Nacional, Trincadeira e Aragonês
Região: AlentejoTeor Alcoolico: 14%
Produtor: Encostas de Estremoz

Acerca do Vinho (Rótulo)

O clima mediterrânico e os solos argilosos com afloramentos de mármore, da Quinta da Esperança, constituem um habitat favorável a estas nobres castas. As práticas culturais associadas à produção permitem reaçar as características principais, associadas posteriormente à madeira em que estagiou.

Prova
Este vinho foi, para mim, uma surpresa. Confesso que não o conhecia e que a minha escolha na compra foi um pouco condicionada pela quantidade de prémios a que o rótulo fazia menção. Como o preço também não era muito elevado desconfiei um pouco, mas como procurava um Alentejano e qualquer coisa que fosse nova resolvi arriscar. O resultado? Uma das melhores provas às escuras dos últimos tempos.
Trata-se de um vinho bastante frutado, com uma excelente presença na boca, algo persistente no final deixando um travo doce que agrada ao paladar.
Para quem procura um bom vinho alentejano sem gastar muito dinheiro esta é uma muito boa opção na relação qualidade/preço. Vende-se nas grandes superfícies por cerca de 5€ a garrafa.

Companhia
Acompanhou Picanha ao Alho

Classificação: 15/20

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails