segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Quinta do Carmo 2001 Tinto

Quinta do Carmo 2001
Data da Prova:
16 Agosto 2009


Características
Tipo:
Tinto
Castas:
Aragonês, Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon, Syrah, Trincadeira e Castelão
Região: AlentejoTeor Alcoolico: 14%
Produtor: Sociedade Agricola Quinta do Carmo SA
Preço Médio: 12,5€ a 15

Acerca do Vinho (Rótulo)

Os antigos vinhedos deram a notoriedade aos vinhos da Sociedade Quinta do Carmo, S.A. Desde 1992, os Domaines Barons de Rothschild (Lafite) e, mais tarde, o sócio Senhor Comendador José Berardo, levaram à propriedade o seu renascimento, sendo acompanhado de novas plantações e de uma adega renovada. Plantadas em terrenos argilo-xistosos, as castas Aragonês, Alicante Bouschet, Trincadeira e Castelão, complementadas agora com Cabernet Sauvignon e Syrah no vinho da Quinta do Carmo, com renome pela sua concentração e elegância. Os métodos de cultura e vinificação respeitam a tradição com integração das novas tecnologias que permitem exprimir o melhor da tipicidade do Alentejo. O vinho passa por um estágio de um ano em barricas de carvalho francês, antes de ser engarrafado na Quinta.

Prova
Apresenta uma cor rubi muito escura, demonstrando muita concentração. Os aromas são também bastante marcados a frutos maduros e uma leve presença a madeira que se pode dever ao facto de ter tido um estágio em Carvalho Francês de um ano. O final é persistente, mas de uma complexidade acima da média. Gostei deste vinho, principlamente da persistência do paladar e do aroma verdadeiramente a frutos vermelhos.

Companhia
Acompanhou Frango à Brás no Forno

Classificação: 15/20

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Doce de Amora Silvestre

Photobucket
Photobucket
Este ano já tinha ido apanhar umas amoras aquando de uma volta de bicicleta mas comias todas como goluseima. Mas os meus Pais trouxeam-me mais um saco delas da terrinha e para não deixar estragar este fruto tão bom decidi fazer uma doce com parte delas.

Ingredientes:
- 1 kl Amoras silvestres
- 800 g de Açúcar
- 1 Limão

Preparação:
Lave muito bem as amoras. De seguida, coloque numa panela o sumo do limão e 800 g de Amoras. Vá adicionando o açúcar e reserve as restantes 200 g de Amoras. Vá mexendo para não queimar e ao mesmo tempo vá esborachando as Amoras no tacho.. Pode-se triturar com a varinha mágica caso prefira disfarçar as sementes das amoras. Após obter um aspecto consistente tipo mel adicione as restantes amoras e vá mexendo com cuidado para não desfazer estas. Tenha cuidado para deixar demasiado tempo ao lume ou o doce ficará tipo caramelo.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails