domingo, 1 de maio de 2011

Visita e Prova Especial de Vinhos do Porto na Messias

No passado dia 09/04/2011, em Vila Nova de Gaia, estive presente na Visita às Caves e Prova Especial de Vinhos do Porto da Messias. Uma prova especialmente preparada para o grupo Portuguese Wine Bloggers, na qual fomos guiados e acompanhados pela Enóloga Ana Urbano, à qual deixo o meu especial agradecimento pela disponibilidade em nos receber num dia que seria de seu descanso. 
A visita às Caves e Instalações da Messias em Vila Nova de Gaia iniciou-se pelos seus armazens onde foi possivel verificar algumas das marcas Messias para consumo interno e exportação como a LANÇA, a INTERMARES, a MESSIAS, a PORTO LATINA, a ASTRADA, a BURTON'S e a PATRICIO; alguns balseiros, muitas barricas, recentes e mais antigas, e a cave onde repousavam alguns dos adormecidos da Messias. Subimos depois ao topo do edificio para uma prova especial de Portos da Messias.


Messias Vintage 2007
Cor rubi concentrada e aspecto límpido. Aromas a fruta preta compota com algumas notas de iodo. Na boca relevo para o bom equilíbrio, com presença da fruta compota, notas de doce em particular no final de boca. Ainda jovem, mas já atraente. 

Messias Vintage 2003
Cor granada/purpura de média concentração, com laivos alaranjados escuros. Plano aromático muito fechado inicialmente, com o passar do tempo foi revelando a fruta preta madura e alguma especiaria. Na boca revela boa acidez, sente-se a fruta madura em força bem casada com a presença da madeira velha. Corpulento, gordo e a mostrar "ganas" para um óptimo envelhecer.

Messias Vintage 1984
De cor âmbar escuro, apresenta aromas a fruta vermelha, madeira, especiarias e algum iodo ou vinagrinho, não consegui precisar. Na boca revela-se macio, mas estranhamente algo morto, ao contrário do anterior algo sem "ganas". O final de boca também perde um pouco em relação aos anteriores.

Messias 10 Anos
Cor âmbar escura, com alaranjados e muito límpido. Nariz intenso a fruta seca e algum figo seco e mel. Na boca continuamos com presença de fruta seca, com as notas de mel a reaparecerem e também algum alperce passa. Equilibrado e com uma acidez correcta, termina com um final de boca de persistência média.

Messias 30 Anos
Cor âmbar definida com algumas tonalidades esverdeadas e aspecto límpido. Aromas intensos a frutos secos e frutos passa, flor de laranjeira, mel e sinais de caramelo. Muito complexo e interessante. Na boca revela ser muito equilibrado, redondo, com um excelente nível de acidez, muito suave e melado. Deveras guloso. Termina com um final longo e a rebuçado de caramelo da Régua. Um dos meus preferidos desta manhã.

Messias Colheita 2000
Cor rubi de media concentração com algumas notas alaranjadas. Aromas onde a fruta seca predomina e com alguma fruta compota doce em fundo. Algo suave na boca, com bom corpo, embora com o álcool a sobressair na prova.  Final de boca com frescura e elegância embora de media persistência.

Messias Colheita 1991
Cor âmbar, com ligeiras pinceladas esverdeadas nos bordos do copo. Aromas intensos a frutos secos como a amêndoa e a avelã com notas de laranja confeitada. Na boca apresenta-se muito fresco, subtil e muito equilibrado. Talvez o que termina mais seco de entre todos os provados, com um final persistente e muito elegante. Notável.

Messias Colheita 1985
Cor âmbar um pouco mais escura, mais tijolo de barro e com ligeiro esverdeado mais notório. No nariz alguma sensação mais adocicada, mais fruta passa e muita casca de laranja confeitada. Na boca  revela-se algo untuoso e gordo, com boa harmonia, bom nível de acidez. Muito melaço, rebuçado de caramelo e figo seco. Final de boca persistente.

Messias Colheita 1977
Cor ambar atraente com leve esverdeado, limpido de aspecto e de  lágrima persistente.  Aromas inicialmente um pouco fechado com em pouco tempo a revelarem os frutos secos, a avelãs, nozes e a amêndoas,. Algum iodado. Na boca apresenta-se gordo, meloso, untuoso, equilibrado e portentoso. Final que parecia inacabável com muita elegância. No Top desta manhã.

Messias Colheita 1963
Cor âmbar resina, com aromas muito químicos com verniz, iodo e algum metal. Na boca aparece  a fruta seca, como as avelãs e nozes, num bom casamento com alguma das notas olfactivas sentidas anteriormente e com a madeira. Untuoso, com notas de melaço. Final de boca muito longo.



Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails