segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Herdade da Comporta: Visita à Adega e Prova de Vinhos

No passado dia 13/06/2011 tive o prazer de visitar a Herdade da Comporta e, acompanhado e guiado pelo Sr. Tito, ficar a conhecer um pouco mais acerca desta casa e dos seus vinhos. Deixo o meu especial agradecimento pelo convite e pela disponibilidade demonstrada neste dia para com o Blog Comer, Beber e Lazer.
A Herdade da Comporta fica localizada na Comporta, logo a seguir a Tróia se vier de Setúbal pelo Ferry, e para além dos 30 hectares de vinha é constituída por por dunas, praia, floresta e sapal. A Herdade da Comporta não é apenas vinho mas um todo projecto global que se caracteriza pela valorização da natureza e pelo respeito da comunidade local. Adoro as praias da Comporta e no final do dia ir até aos cais palafitico ver o por do sol e tirar umas fotografias. A visita neste dia acabou por ser mais um daqueles dia bem preenchido e bem passado.
Durante a vista tive a oportunidade de observar uma paisagem lindissin«ma sobe os arrozais; ficar a conhecer, pelos mapas expostos na sala multiusos, a localização das vinhas e perceber o porque da sua distancia em relação à adega e da sua orientação geográfica; passar pela zona de recepção de uvas e sua fermentação; e conhecer o local onde estagia o vinho em barricas de carvalho francês e americano. Fantástico. Por fim, a prova de vinhos na sala multiusos.

Chão das Rolas 2010 Branco
Cor amarelo claro palha nova, translucido, muito brilhante. Aromas limonados com leves notas a fruta tropical. Na boca muito suave, meio seco, fresco e com continuidade de limão. Final de boca fresco e curto.

Herdade da Comporta 2010 Branco
Cor amarelo claro, pálido, límpido e brilhante. No plano aromático em destaque a fruta citrina aparentando algum estágio em madeira embora sem que tenha acontecido. Boca com estrutura, leve untuosidade, bom nivel de acidez e apresentando alguma mineralidade. Final de boca de média duração.

Parus 2009 Branco 
Apresenta cor amarela limão, límpido e cativante ao olhar. Aromas discretos e pouco notados, ainda assim predominam os aromas elegantes a fruta tropical bem casados com o citrino do limão. Na boca nota-se uma corpulência não esperada pelos aromas, com um nivel de acidez muito bom, harmonioso e equilibrado, muito fino e elegante. O conjunto final de boca perdura e pede gastronomia com mais substância.

Chão das Rolas 2010 Tinto
De cor rubi, nuances violeta e média concentração. Aromas com relevo para a fruta vermelha madura, quente e de intensidade média a ser bebido a uma temperatura não muito elevada. Boca com boa estrutura, acidez viva e final de boca de média duração. Surpreendeu pela positiva.

Herdade da Comporta 2007 Tinto
A cor é de um granada vivo muito bonito, concentrado e opaco. Aromas intensos a fruta vermelha madura, mesmo compota numa conjugação perfeita com as notas de estágio em madeira. Na boca revela-se com boa estrutura, de taninos suaves, continuidade de fruta fresca e um final longo, elegante e  macio.

Parus 2008 Tinto 
Adoro este Parus. Já em provas anteriores tinha ficado com ele em referência. Apresenta uma cor granada muito viva, fechado e concentrado. Aromaticamente uma simbiose de eleição com a fruta vermelha madura e as notas de madeira a dançarem entre si, perfeitamente unidos, com a compota a aparecer com especiarias e tostados em fundo. Muito complexo. Na boca continuamos a ser satisfeitos pela harmonia presente entre a fruta, o nível de acidez e a madeira, terminando com um final de boca extenso, frutado e marcante. Aconselho.

Herdade da Comporta 2010 Rosé 
Um rosé de cor salmão brilhante, muito aromático, com notas de framboesa fresca em relevo. Na boca revela-se suave, acidulo, meio seco e muito fresco. Acompanha sempre as notas de fruta fresca e com um final muito elegante e fino.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails