sexta-feira, 29 de Julho de 2011

Alcubíssimo 2009

Características
Tipo: Branco Colheita Tardia
Castas: Moscatel
Região: Península de Setúbal
Teor Alcoólico: 14 %
Produtor: João Manuel Gomes Serra - Quinta de Alcube
Preço: 8€ vap

Nota de Prova
Um colheita tardia muito interessante, a um preço muito acessível sendo uma garrafa de 500ml e de uma região que continua a surpreender.
Cor amarela palha muito brilhante e límpida, com intensos aromas florais, fruta doce cozida e mel. Na boca não desilude. A doçura que se exige neste tipo de vinho, mas também a frescura e uma acidez baixa mas presente o suficiente para não deixar cair em monotonia esta prova. Continuidade de mel e florais e um final de boca persistente e fresco. Acompanhou uma Encharcada de forma fenomenal.

Classificação: 80/100

Encharcada

Este é um dos nossos típicos doces conventuais. Deliciosos. E este não foge à regra. Acompanhe com um copo de colheita tardia, o resultado é fenomenal.

Ingredientes para 6 pessoas:
1 Kg Açúcar
2 Cascas de Limão
30 Gemas
Canela em Pó
Manteiga qb

Preparação:
Comece por deitar o açúcar num tacho, junte as cascas de limão e cubra com água. Leve ao lume e mexa até atingir o ponto de pérola fraco. Entretanto, e após separar as gemas das claras, corte as gemas grosseiramente e junte ao açúcar já em ponto de pérola fraco, mantendo ao lume por mais alguns minutos e continuando a corar as gemas da mesma forma que se fizera anteriormente. Depois deite tudo para uma prato fundo ou travessa untada com manteiga, deixe arrefecer e polvilhe generosamente com canela em pó. Apenas um senão. Este doce é uma bomba calórica, mas que vale a pena, lá isso vale.

quinta-feira, 28 de Julho de 2011

Almanaque da Amizade e do Vinho

"É importante lembrar que existem cinco razões para se beber um bom vinho: a chegada de um amigo, a sede, a excelência do vinho, o almanaque da Amizade e do Vinho, ou outra razão qualquer."
Provérbio latino adaptado
in Almanaque da Amizade e do Vinho
Este é o provérbio inscrito na contracapa do Almanaque da Amizade e do Vinho que hoje recebi gentilmente oferecido pelo Esporão. Estes, para assinalar duas décadas de sucesso do Monte Velho e celebrar os valores que esta marca tem preservado e promovido, reuniu dez autores e dois ilustradores e convidou-os a entrar neste projecto de lançar um almanaque onde se escreve sobre o vinho e a amizade. No passado dia 20 de Julho, no Clube Ferroviário de Lisboa, ocorreu a festa de lançamento deste livro a ler de forma descontraida, a consultar e a usar entre amigos na companhia de um copo de bom Vinho.
O Almanaque do Vinho e da Amizade estará à venda com a revista Sábado por 3,45€ nas edições de 28 de Julho, 4 e 11 de Agosto. Em meados de Agosto vai ser oferecido na Grande Distribuição, mediante a compra de duas garrafas Monte Velho.

segunda-feira, 25 de Julho de 2011

Terras do Pó Rosé 2010

Características
Tipo: Rosé
Castas: Castelão e Syrah
Região: Península de Setúbal
Teor Alcoólico: 12,5 %
Produtor: Casa Ermelinda Freitas, Vinhos Lda
Preço: 3€ vap

Nota de Prova
Apresenta cor rosada, translúcido e límpido. Aromas frutados frescos, com notas de morango e framboesa, revelando também aromas tipicos da casta predominante - a Castelão. Na boca encontramos um rosé com acidez vivaz, meio seco e não sendo demasiado doce mantém a sua frescura por mais algum tempo. Bebido bem fresco, acompanha muito bem pratos de grelhados de peixe branco ou carnes brancas.

Classificação: 71/100

quinta-feira, 21 de Julho de 2011

H.M. Borges Madeira Sweet 5 Anos

Características
Tipo: Madeira
Castas: Tinta Negra Mole
Região: Madeira
Teor Alcoólico: 18 %
Produtor: H.M. Borges
Preço: -€ vap

Nota de Prova
Apresenta cor levemente acastanhada, com um esverdeado azeitona, muito limpido e com lágrima de aspecto definido. Aromas intensos a fruta seca, nozes, também aqui o figo seco, muito mel. O aroma revela já doçura. Boca com pujança, vivo, muito complexo, com bom equilibrio. Enche-nos a boca. Com muita fruta seca, mel, caramelo e mantendo a sensação de frescura. Final de boca duradouro e intenso.

Classificação: 88/100

quarta-feira, 20 de Julho de 2011

H.M. Borges Madeira Sweet

Características
Tipo: Madeira
Castas: Tinta Negra Mole
Região: Madeira
Teor Alcoólico: 18 %
Produtor: H.M. Borges
Preço: -€ vap

Nota de Prova
A cor é muito comum ao anteriormente provado. Acastanhados mesclados com leves esverdeados, também muito límpido e de lágrima bem definida. Aromas doces, fruta passa em crescendo sobre a fruta seca, com notas de caramelo e rebuçado. Boca melada. Este Sweet é mesmo doce, untuoso, com sensação de fruta confeitada e com um boa acidez. Interessante para acompanhar uma boa sobremesa, talves o Bolo de Mel da Madeira. Não lhe dizia que não.

Classificação: 83/100

terça-feira, 19 de Julho de 2011

H.M. Borges Madeira Medium Sweet

Características
Tipo: Madeira
Castas: Tinta Negra Mole
Região: Madeira
Teor Alcoólico: 18 %
Produtor: H.M. Borges
Preço: -€ vap

Nota de Prova
Madeira com tonalidades acastanhadas e leves esverdeados, muito límpido e com lágrima de aspecto persistente.Aromas intensos com muita fruta seca, fruta passa, figo seco, mel e iodado pontual. Na boca revela-se untuoso, cheio, redondo, com leve nota citrina, casca de laranja confitada, caramelos e tostados. Final de boca de média duração.

Classificação: 82/100

Olho de Mocho Reserva 2009

Características
Tipo: Branco
Castas: Antão Vaz
Região: Alentejo
Teor Alcoólico: 13,5 %
Produtor: Herdade do Rocim
Preço: 12€ vap

Nota de Prova
Apresenta cor amarela palha, cintilante e com alguns laivos em verde claro. Aromas com boa intensidade a fruta exótica, muito tropical e doce, leve citrino, toque baunilhado e mineral.Na boca revela bom corpo, algo untuoso, em perfeito equilíbrio com a madeira e de acidez média. Fresco e elegante, com continuidade de fruta e um final de comprimento médio. Revela-se guloso e pede já gastronomia.

Classificação: 80/100

domingo, 17 de Julho de 2011

Serras de Azeitão Rosé 2009

Características
Tipo: Rosé
Castas: Syrah, Cabernet Sauvignon e Moscatel Roxo
Região: Península de Setúbal
Teor Alcoólico: 13,5 %
Produtor: Bacalhôa Vinhos de Portugal SA
Preço: 3€ vap

Nota de Prova
Um rosé a beber ainda este ano e indicado para os dias de calor que se aproximam. Apresenta uma cor rosa-avermelhado bastante intenso, muito vivo e adivinhando o que um pouco o restante da prova. Aspecto aromático muito frutado, muito morango e cereja madura e alguma flor de laranjeira. Todavia predominam os frutos vermelhos. Na boca é muito redondo, suave e equilibrado. Nota para a continuidade da fruta como o morango ou a cereja, ligeiro adocicado que não o torna muito chato e com boa sensação de frescura. O final de boca é correcto embora de pouco comprimento. Boa relação preço-qualidade.

Classificação: 75/100

sábado, 16 de Julho de 2011

Baco por José Franco

José Franco (1920-2009), Oleiro, Ceramista e Escultor Português, cuja obra se pode encontrar principalmente na arte-sacra, sendo por isso conhecido em todo o mundo, podendo encontrar-se obras da sua autoria inclusivamente no Vaticano. No entanto, a sua obra mais conhecida e popular será a Aldeia típica de José Franco (Sobreiro, Mafra). Construção em miniatura de uma aldeia saloia do início do século XX, onde podem ser apreciadas cenas da vida da época, realizadas por bonecos mecanizados, principalmente movidos a água, bem como, lojas em miniatura que ilustram as mais diversas profissões, muitas delas, hoje em dia, completamente abandonadas. Aqui alguns exemplos da sua obra com ligações ao mundo do vinho Português.

Chão do Prado Colheita Tardia 2005

Características
Tipo: Branco Colheita Tardia
Castas: Arinto e Sercial
Região: Bucelas
Teor Alcoólico: 13,5 %
Produtor: António João Paneiro Pinto
Preço: 7,50€ vap

Nota de Prova
Colheita Tardia de bastante interesse para mim por ser da região de Bucelas e por ter a casta Arinto em maior parte. Tinha de provar e ver como estava.
Apresenta um amarelo dourado intenso,muito brilhante e de aspecto límpido. Os aromas, embora não sejam muito exuberantes, revelam bem a fruta tropical madura, algum limão, com casca de laranja e mel. Alguma mineralidade e frescura. Na boca revela ser um colheita tardia de doçura moderada, mais casca de laranja confeitada. Revela estrutura, untuosidade e uma acidez bastante interessante pois mantém a longevidade do mesmo na boca. Acompanhei com um toucinho do céu fabuloso, mas talvez não tenha sido a harmonização gastronómica mais feliz.

Classificação: 78/100

quarta-feira, 13 de Julho de 2011

Esporão Reserva 1996

Características
Tipo: Tinto
Castas: Trincadeira, Aragonez e Cabernet Sauvignon
Região: Alentejo
Teor Alcoólico: 13,5 %
Produtor: Herdade do Esporão por Finagra SA.
Preço: -  € vap

Nota de Prova
Noite de Grande prova para os elementos do Comer, Beber e Lazer. A prova de dois tintos de excelência da Herdade do Esporão. Este Esporão Reserva 1996 e o Herdade do Esporão 2000.
Este vinho marcou-me (vitjan). Como Escanção, aconselhei, abri e servi dezenas, guardei uma não por ter mais um vinho na garrafeira, mas por Paixão. O esporão era já uma marca conotada com garantia de qualidade. Nesta altura, o vinho mais vendido era o Monte Velho. Este reserva foi, para mim, o 1º Grande Esporão Reserva. Cor de puro sangue alentejano, violeta avermelhado, bela cor. Aromas intensos a fruta bem madura sob o sol quente de Reguengos e sabor interminável. Isto tudo quer em 1998 quer nesta noite de 2011... vai directamente para a "vitrina" dos inesquecíveis.

Classificação: 90/100

Herdade do Esporão 2000

Características
Tipo: Tinto
Castas: -
Região: Alentejo
Teor Alcoólico: 14 %
Produtor: Herdade do Esporão por Finagra S.A.
Preço: - € vap

Nota de Prova
Noite de Grande prova para os elementos do Comer, Beber e Lazer. A prova de dois tintos de excelência da Herdade do Esporão. Este Herdade do Esporão 2000 e o Esporão Reserva 1996.
Provado igualmente em 2003, este vinho ganhou o 1º Prémio do Concurso da Confraria dos Enófilos do Alentejo e julgo que passados todos estes anos continua a ser um exemplo do que de melhor se pode apresentar num vinho. Riqueza em todos os níveis, cor adulta mas ainda concentrada, aromas quimicos exuberantes, paleta de sabores, austero e ainda encorpado. Divinal. Pena é já não ter mais..

Classificação: 95/100

terça-feira, 12 de Julho de 2011

Monte das Servas Escolha 2009

Características
Tipo: Tinto
Castas:
Aragonês, Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon
Região:
Alentejo
Teor Alcoólico:
14 %
Produtor:
Herdade das Servas
Preço: 5 € vap
 

Nota de Prova
Apresenta uma cor rubi com tonalidades violáceas, límpido, muito cativante e com óptimo aspecto. Nariz com presença intensa e marcante a frutos vermelhos maduros e algum floral, fresco e muito elegante. Na boca revela bom corpo, taninos suaves, algo untuoso, com um equilíbrio e  mantendo a sensação de fruta fresca. O final de boca é persistente, aveludado. Muito boa relação preço qualidade. Mais um vinho de uma casa que já me habituou a qualidade.

Classificação: 80/100

segunda-feira, 11 de Julho de 2011

Visita a Vinha de Colares - Portuguese Wine Bloggers

No passado dia 28/05/2011, em Colares, estive presente numa visita a uma vinha tradicional de Colares. Uma prova especialmente preparada para o grupo Portuguese Wine Bloggers, na qual fomos guiados e acompanhados pelo Enólogos da Casca Wines Helder Cunha e  Frederico Vilar Gomes aos quais deixo o meu especial agradecimento pela disponibilidade, pelo entusiasmo, paixão e pelo vontade em querer manter viva uma vinha tão tradicional como a de Colares.
 Apesar da chuva inicial nada demoveu o pequeno grupo de visitar e ficar a conhecer o que é uma vinha em chão de areia, uma vinha a partir da qual se fará o famoso Vinho de Colares. Novidade para alguns, a sua origem remonta a épocas longínquas, desde o tempo da presença Romana ou do período em que os Mouros ocuparam a Península Ibérica. E neste local fomos encontrar um verdadeiro exemplo deste tipo de Vinha antiquíssima.
Vinha rasteira, protegida dos ventos marítimos por paliçadas de canas secas e em solos de areias assentes sobre materiais consolidados (Chão de Areia) este é um tipo de vinha único que não se quer perder.

sábado, 9 de Julho de 2011

Restaurante "Adega das Azenhas" - Azenhas do Mar



Este Restaurante fica situado numa das zonas costeiras mais bonitas e relaxantes do nosso Portugal. Em Sintra, logo a seguir à Praia Grande e Praia das Maças, temos as Azenhas do Mar. Local conhecido pelas suas piscinas de mar naturais, esculpidas por entre as rochas, um miradouro privilegiado sobre o Atlântico e onde também se encontram algumas antigas adegas do Vinho de Colares. O Restaurante Adega das Azenhas já foi uma centenária adega de Vinhos deColares Chitas e foi convertida em restaurante no ano de 1999.
No exterior do restaurante chama a nossa atenção os conjuntos de azulejos que retratam a vida daquele local em tempos idos. Já no interior depara-mo-nos com um espaço amplo, de tecto alto,  decorado pitorescamente e onde destaco uma espécie de antiga garrafeira logo à entrada com muitos vinhos conhecidos já com alguns aninhos e depois, com o passar de alguns minutos, a percepção da gigantesca colecção de patos em cerâmica e não só em todo o redor da sala.
Ementa de cariz regional e caseiro, com especialidades aconselhadas com o bacalhau à azenha, os filetes com arroz de tomate, as costeletas de borrego, o coelho ou o cabrito à saloia, entre outras, e, como não poderia deixar de ser, os diversos peixes grelhados. Destaco também a carta de sobremesas e os deliciosos doces conventuais que ali marcam presença. Como a mesa estava bem composta cada um escolheu uma diferente. Que desgraça. Lá se foi a dieta. Eram todos maravilhosos.
O único senão da casa passa pelo serviço de vinhos, mas que espero em breve ser algo do passado. Não existia carta de vinhos, mas foi indicado que era uma situação temporária devido a uma reorganização planeada. Como pretendo lá voltar em breve verificarei então esse ponto com mais atenção.
Uma sugestão. Como é um restaurante muito concorrido convém marcar mesa ou aparecer cedo pois por vezes a fila alonga-se um pouco.
Morada: Av. Comssão de Melhoramentos, nº 5 Azenhas do Mar
Contacto: 219 281 357
Preço médio por refeição: 17 €
Atendimento: Acolhedor, Típico, Descontraído
Satisfação: 8/10

sexta-feira, 8 de Julho de 2011

Herdade do Esporão Gouveio Verdelho 2010

Características
Tipo: Branco
Castas:
Verdelho e Gouveio
Região: Alentejo
Teor Alcoólico:
13 ,5%
Produtor:
Esporão SA
Preço: 8 € vap
 

Nota de Prova
Gouveio e Verdelho castas tão próximas pelo nome e no entanto tão diferentes. O resultado está muito interessante e para mim é um dos brancos deste verão na relação preço/qualidade. Apresenta uma cor amarela muito clara, transparente, muito límpida e brilhante. À temperatura correcta brinda-nos com um conjunto de aromas que vão desde os citrinos, maça verde e algum mineral até às frutas tropicais sempre muito equilibrado e fresco. Na boca é um branco com corpo, citrino, com o nível de acidez no ponto e continua mineral. É muito fresco e prazenteiro. O final de boca é algo persistente, com predominância de limas. Muito fresco e elegante. Provei-o num final de tarde-noite ameno, apenas acompanhado com algumas tapas alentejanas. Adorei.

Classificação: 90/100

quinta-feira, 7 de Julho de 2011

Cerveja Duff Beer

Características
País: Alemanha
Tipo: Lager
Origem: Duff Beer UG
Teor Alcoolico: 4,7%
Preço:  €

Nota de Prova:
Esta é uma cerveja que, como o próprio rótulo indica, se tornou lendária em todo o mundo. Tanto que até a série de animação The Simpsons a utilizam como a mais deliciosa cerveja para o Homer Simpson. Tinha de ser provada. A minha filha sempre que a via na prateleira dizia.
- Olha a cerveja dos Simpsons. Compra Pai!
De cor amarela palha brilhante, muito cintilante.  Aromas muito leves e frescos, mantendo esta leveza na boca. De facto, muito fresca e leve ao bom estilo das boas lagers alemãs.

terça-feira, 5 de Julho de 2011

H&H Finest Full Rich 5 Anos

Características
Tipo: Madeira Doce
Castas:
Tipicas das Região
Região: Madeira
Teor Alcoólico:
19%
Produtor:
Henriques e Henriques, Vinhos SA
Preço: - € vap
 

Nota de Prova
Madeira de cor acastanhado esverdeado escuro, caramelo mesclado com cor de azeitona e de aspecto límpido. Aromas intensos com fruta seca, nozes e fruta passa como o figo seco, muito mel e leve iodo. Na boca revela-se pujante, complexo,enchendo a boca por completo. Muito equilibrado, sendo que também aqui a fruta seca e passa marca lugar, com continuidade de mel e caramelo, nunca deixando de transparecer frescura. Final de boca de média - longa duração. presenta uma cor escura, algo densa, com tonalidades castanho-esverdeado

Classificação: 80/100

segunda-feira, 4 de Julho de 2011

H&H Full Rich Madeira

Características
Tipo: Madeira Doce
Castas:
Tipicas das Região
Região: Madeira
Teor Alcoólico:
19%
Produtor:
Henriques & Henriques, Vinhos SA
Preço: 9,50 € vap
 

Nota de Prova
Apresenta uma cor escura, algo densa, com tonalidades castanho-esverdeado. Lágrima de aspecto persistente e melada. No nariz revela complexo, com muito mel, melaço, frutos passa e secos. Intenso e algo floral. Na boca é primeiramente doce, untuoso, encorpado e com muita fruta passa. Suave e com um doce que não se apresenta em desequilíbrio. O final de boca é de média duração e um pouco guloso. Ideal para acompanhar uma sobremesa à base de amêndoa ou como companhia de um café.

Classificação: 76/100

domingo, 3 de Julho de 2011

Promoção do Vinho nos Grandes Espaços Comerciais

Como é possível valorizar e promover o vinho nos grandes espaços comercias, tais como os Hipermercados, se continuamos a verificar que são feitas as apostas erradas quando nos confrontamos com elas. Quando me deparo com este tipo de promoção num Pingo Doce, Auchan ou Continente existem sempre duas situações que ainda não consegui perceber o porquê. Ou melhor, consigo perceber em termos de custos, mas não em termos de aumento de vendas e para além de tudo da promoção do Vinho em si mesmo.
Primeira situação. Embora de vez em quando tenha boas surpresas. A maioria das pessoas que foi contratada ou designada para estar nesses locais a promover uma determinada marca de vinho não percebe nada de vinho. Tem umas indicações, umas luzes e leu um panfleto que lhe passaram para a mão. Tudo o que se pergunte para além disso levamos uma clara expressão facial de medo, tirem-me daqui ou o que raio este gajo está a perguntar porque é que não bebe e segue as suas compras. Porque é que o produtor não aposta, por exemplo, em jovens estudantes ou recém formados das Escolas de Hotelaria? Prefere colocar caras bonitas mas que em relação ao vinho nem bebe-lo sabem? Para esquecer. Poucas vezes consegui ter uma conversa mais interessante acerca do vinho em promoção quando nestes espaços.
Outra coisa que me continua a fazer uma confusão dos diabos é estarem a fazer a prova do vinho em promoção em pequenos copos plásticos. Daqueles normalmente utilizados para beber café num qualquer lugar que não tem chávenas ou quando bebemos um de uma máquina de vending. Horrivel! Não consigo acreditar que não existe nenhuma opção barata com mais qualidade e com mais profissionalismo.
Sem dúvida que existem outras situações menos positivas, mas estas duas retiram-me toda a vontade em aderir a essas acções ou a comprar a marca que se está a promover.

sexta-feira, 1 de Julho de 2011

Vinha do Mouro 2008

Características
Tipo: Tinto
Castas:
Trincadeira, Aragonês, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon
Região: Alentejo
Teor Alcoólico:
14%
Produtor:
Miguel Louro- Quinta do Mouro
Preço: 6 € vap
 

Nota de Prova
Cor rubi intenso, límpido e correcto. Aromas com fruta vermelha madura, com intenso vegetal, notas especiadas e notória frescura. Na boca revela-se intenso, vivo, acidez vivaz, com muita fruta fresca, com acompanhamento de algum vegetal e herbáceo. Mostrou necessitar de mais algum tempo em garrafa. O final de boca de média duração.

Classificação: 74/100

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails