segunda-feira, 31 de Outubro de 2011

Porto e Douro Wine Show 2011

Acabou à minutos o ECVS2011 e começamos já a pensar no Porto e Douro Wine Show 2011 que irá ter lugar no incontornável Convento do Beato nos dias 26 e 27 de Novembro próximos. Não percam.

domingo, 30 de Outubro de 2011

Ouzado Bruto Natural 2008

Características
Tipo: Espumante
Castas: Arinto e Antão Vaz
Região: Alentejo
Teor Alcoólico: 12,5%
Produtor: Herdade do Menir
Preço:  € vap

Nota de Prova
Ouzado surgiu na nossa ementa de forma atrevida, fazendo-se convidado e funcionando de forma audaz na abertura e preparação do resto da refeição. Cor muito límpida e citrina, com bolha fina e persistente. Aromas com conjungação do citrinos da Arinto em predominancia, com o tropical da Antão Vaz. Ligeiros tostados acompanham em fundo. Na boca muito citrino e mineral. Frescura e elegância no toque, alguma cremosidade na espuma e com um final muito agradável. Destaco também o rótulo "ousado" nesta gama de vinho espumante.

Classificação: 79/100

sábado, 29 de Outubro de 2011

TWA A Prova dos 3 - Prova de Vinhos até 3€ Brancos

No passado dia 5 de Outubro de 2011, organizado pelo Hugo Mendes do Blog The Wizard Apprentice, realizou-se na Quinta das Carrafouchas, em Loures, uma Prova de Vinhos até 3 €. O objectivo seria perceber se existe qualidade nos vinhos que hoje se apresentam nas prateleiras abaixo de 3 €. As últimas baixas de preços teriam aumentado o número de vinhos nesta faixa de preço com boa relação preço-qualidade? O desafio foi aceite. Cada participante levou algumas garrafas de vinho até 3€ e em prova cega lá começou o evento.
Agradecer ao João Carvalho e ao Hugo Mendes pela ideia e sua concretização. Ao António Maria pelo "empréstimo" da Quinta das Carrafouchas, pela excelente visita pela manhã e pelas fantásticas condições que nos proporcionou e ao Sr. Luís do Solar dos Pintor, que nos recebeu de forma fantástica.
Segunda parte: os Vinhos Brancos

Contemporal Bairrada 2009
Produtor: Adega Cooperativa de Cantanhede, CRL
Preço: 1,99€
Classificação CBL: 16/20
Classificação Média dos Provadores: 12,9/20

Fonte do Nico 2010
Produtor: Adega Cooperativa de Sto Isidro de Pegões, CRL
Preço: 1,49€
Classificação CBL: 14,5/20
Classificação Média dos Provadores: 14,4/20

Encostas de Pias 2010
Produtor: Amareleza Vinhos Lda
Preço: 1,65€
Classificação CBL: 13/20
Classificação Média dos Provadores: 12,1/20

Couteiro-Mor 2010
Produtor: Herdade do Menir
Preço: 1,99€
Classificação CBL: 14/20
Classificação Média dos Provadores: 13,9/20

Prova Régia 2010
Produtor: Companhia das Quintas
Preço: 2,49€
Classificação CBL: 14/20
Classificação Média dos Provadores: 14,6/20

Adega de Pegões Colheita Seleccionada 2010
Produtor: Adega Cooperativa de Sto Isidro de Pegões, CRL
Preço: 2,49€
Classificação CBL: 14,5/20
Classificação Média dos Provadores: 13,6/20

Quinta da Arrancada 2010
Produtor: Paulo Lalanda
Preço: 2,99€
Classificação CBL: 14/20
Classificação Média dos Provadores: 13,2/20

TWA A Prova dos 3 - Prova de Vinhos até 3€ Tintos

No passado dia 5 de Outubro de 2011, organizado pelo Hugo Mendes do Blog The Wizard Apprentice, realizou-se na Quinta das Carrafouchas, em Loures, uma Prova de Vinhos até 3 €. O objectivo seria perceber se existe qualidade nos vinhos que hoje se apresentam nas prateleiras abaixo de 3 €. As últimas baixas de preços teriam aumentado o número de vinhos nesta faixa de preço com boa relação preço-qualidade? O desafio foi aceite. Cada participante levou algumas garrafas de vinho até 3€ e em prova cega lá começou o evento.
Agradecer ao João Carvalho e ao Hugo Mendes pela ideia e sua concretização. Ao António Maria pelo "empréstimo" da Quinta das Carrafouchas, pela excelente visita pela manhã e pelas fantásticas condições que nos proporcionou e ao Sr. Luís do Solar dos Pintor, que nos recebeu de forma fantástica.
Primeira parte: os Vinhos Tintos



Terras D'el Rei 2010
Produtor: CARMIN
Preço: 1,58€
Classificação CBL: 12/20
Classificação Média dos Provadores: 11,7/20

Pingo Doce Vinho Regional Alentejano 2010
Produtor: Falua - Sociedade de Vinhos SA
Preço: 1,24€
Classificação CBL: 13,5/20
Classificação Média dos Provadores: 10,4/20

Real Lavrador 2010
Produtor: Adega Cooperativa do Redondo
Preço: 1,58€
Classificação CBL: 14/20
Classificação Média dos Provadores: 12/20



Quinta da Arrancada 2008
Produtor: Paulo Lalanda
Preço: 2,99€
Classificação CBL: 13,5/20
Classificação Média dos Provadores: 13,2/20

Conde De Vimioso 2010
Produtor: Falua - Sociedade de Vinhos SA
Preço: 2,08€
Classificação CBL: 13,5/20
Classificação Média dos Provadores: 13,1/20

Vale do Rico Homem 2009
Produtor: Granacer
Preço: 2,98€
Classificação CBL: 14/20
Classificação Média dos Provadores: 14,6



Encostas de Pias Reserva 2010
Produtor: Amareleza Vinhos
Preço: 2,49€
Classificação CBL: 14,5/20
Classificação Média dos Provadores: 13,8/20

Convento da Vila 2009
Produtor: Adega Cooperativa de Borba
Preço: 1,99€
Classificação CBL: 14/20
Classificação Média dos Provadores: 12,9/20

Terra de Lobos 2009
Produtor: Casal Branco
Preço: 2,99€
Classificação CBL: 14/20
Classificação Média dos Provadores: 12,9/20



Audaz 2010
Produtor: Herdade Grande
Preço: 2,89€
Classificação CBL: 13,5/20
Classificação Média dos Provadores: 12,8/20

Don Simon Tempranillo
Produtor: J. Garcia Carrion la Mancha SA
Preço: 0,99€
Classificação CBL: 10/20
Classificação Média dos Provadores: 7,4/20

Cardal 2009
Produtor: Quinta de Alorna
Preço: 2,79€
Classificação CBL: 14/20
Classificação Média dos Provadores: 13,6/20

Faro 2008
Produtor: Manuel dos Santos Campolargo
Preço: 1,99€
Classificação CBL: 13,5/20
Classificação Média dos Provadores: 10/20

D. Fuas Reserva 2003
Produtor: CAVIPOR
Preço: 2,85€
Classificação CBL: 10/20
Classificação Média dos Provadores: 8/20

terça-feira, 25 de Outubro de 2011

Imperium Reserva 2001

Características
Tipo: Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Amarela,  Touriga Franca e Touriga Francesa
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13,5%
Produtor: Caves do Freixo SA
Preço: 22 € vap

Nota de Prova

Este tinto necessita de abertura anterior ao consumo de pelo menos 1 hora antes de ser bebido para se desfrutar em pleno. Aconselho também o decante do mesmo com filtro neutro pois natural como é apresenta já algumas impurezas, vulgo "pé". Cor intensa, concentrada, com ligeiras notas tijoladas nos bordos. Os aromas são intensos, largando o seu perfume assim que aberto a frutos vermelhos bem maduros, compotas de frutos pretos e vermelhos, especiarias e leve floral fresco em fundo. Complexo e ainda com muita frescura. Na boca presenteia-nos com taninos firmes, suaves, muito encorpado, untuoso nos lábios, revela grande equilíbrio e apesar dos anos a passar ainda se sente a fruta. Um final de boca que dura, dura e dura. Junte-lhe gastronomia forte, não se arrependerá.

Classificação: 88/100

segunda-feira, 24 de Outubro de 2011

D.G. 2008

Características
Tipo: Tinto
Castas: Tinta Roriz,  Touriga Franca e Tinta Barroca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Vinilourenço Unipessoal, Lda
Preço: 2,69 € vap

Nota de Prova
Vinho de matizes típicas durienses, aromas simples mas frutados, de pouca complexidade, franco, directo e suave, tudo coisas que o público reconhece e procura neste tipo de vinho feito para o dia a dia gastronómico. A frescura com que se apresenta na boca faz dele um bom parceiro à mesa. Não é chato nem incomoda. Serv e o seu propósito. A provar futuras edições para comparação.

Classificação: 71/100

domingo, 23 de Outubro de 2011

Restaurante "Solar dos Pintor" - Loures

Ainda existem lugares como este. Simples e acolhedores, com o ambiente certo para voltar atrás no tempo, recordar uma cozinha regional e caseira que parece ter perdido terreno para a nouveux cousine e os toques gourmet que conquistam cada vez mais adeptos nos dias que correm. Aqui estamos perante um restaurante que nos serve cozinha regional e acima de tudo caseira, deliciosamente bem confeccionada e no qual também podemos conhecer a cozinheira e sentir com as suas palavras a paixão que coloca em cada prato.
Como entrada pude provar uns pasteis de bacalhau deliciosos, a fazer lembrar os de antigamente; uns ovos mexidos com cogumelos que respiravam frescura; enchidos cozinhados, de vários tipos, acmpanhados com pão regional delicioso. Ainda existem lugares como este. Como refeição principal o Bacalhau da casa e o ensopado de vitela estavam cinco estrelas. A vitela tenra como manteiga, deliciosa, o bacalhau com a lasca perfeita, sal no ponto e uma cor tostada cativante. Tenho de voltar para provar as restantes iguarias. A sobremesa chegou com uma torta de laranja caseira de comer e lamber os beiços. Aquele toque de canela ficou no ponto.
O restaurante conta com duas salas para almoços e jantares distintas e uma garrafeira que quando se conhece dá vontade de por lá ficar umas horas e levar quase tudo. Escusado será dizer que o serviço de vinhos é aqui muito cuidado. A sabedoria da casa aliada às ferramentas certas (copos, decantes, saca rolhas, etc) fazem com que a estadia do mais exigente enófilo seja bem sucedida.  Aconseho vivamente uma passagem or este restaurante.
Morada: Rua da República Nº 1 - Manjoeira - 2670-122 Loures
Contacto: 219 749 011 - 914 760 487
Preço médio por refeição: 15 €
Atendimento: Acolhedor, Atencioso, Familiar
Satisfação: 8/10

sábado, 22 de Outubro de 2011

Quinta do Portal Reserva 2007

Características
Tipo: Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 14%
Produtor: Soc. Quinta do Portal, SA
Preço: 17 € vap

Nota de Prova
Cor vermelho vivo, com laivos púrpura mais escuros e algumas evidências de tempo passado. Límpido e com lágrima de aspecto persistente. Os aromas são intensos a fruta madura bem casada com a madeira, lápis de carvão e especiarias. Na boca muita suavidade, com corpulência, gordo, leve untuosidade nos lábios, muito equilibrado, cativante e guloso. O final de boaca de é média /longa duração. Vinho muito gastronómico que acompanhará muito bem pratos de carnes fortes ou peixes no forno.

Classificação: 85/100

sexta-feira, 21 de Outubro de 2011

Passionada 2008 Escolha

Características
Tipo: Branco Verde
Castas: Loureiro
Região: Vinho Verde
Teor Alcoólico: 10,5%
Produtor: Anselmo Mendes Vinhos Lda
Preço: 7€ vap

Nota de Prova
Um verde para beber à sobremesa? Nada como experimentar e neste caso ver que resulta devido às suas caracteristicas adocicadas.
Apresenta uma cor amarelo citrino, aspecto límpido e atraente. Aromas predominantes a fruta citrina, com leve floral em fundo e notas de fruta doce como o melão. Sensação de frescura e leveza. Na boca sente-se notas finas adocicadas, uma acidez cortante, seco, com muito boa persistência de boca. Acompanha sobremesas de fruta ou doces, bolos de fatia com à vontade.

Classificação: 79/100

quinta-feira, 20 de Outubro de 2011

Livro "Grande Reserva - As Melhores História do Vinho Português" de João Barbosa

Comecei a ler este livro e foi impossível parar. De história em história o vicio do "já agora leio a próxima" empurrou-me a efectuar uma leitura ininterrupta e sôfrega. A minha cara metade bem lhe queria por as mãos. Queria! Agora já pode.
Este é um livro de pequenas histórias, pequenos tesouros do vinho português e com Grandes figuras da História do vinho em Portugal. Tem tudo para agradar. A primeira obra do autor João Barbosa, licenciado em História, Jornalista que já passou por publicações como O Jornal, Diário Económico e A Capital, e também autor do blogue de vinhos Joao à mesa, diz que escreveu este livro com todo o prazer. Pois eu digo que o prazer também foi meu.

quarta-feira, 19 de Outubro de 2011

Torre do Frade Viognier 2010

Características
Tipo: Branco
Castas: Viognier
Região: Alentejo
Teor Alcoólico: 12,5%
Produtor: Soc. Agrícola da Torre de Curvo, Lda
Preço: 18€ vap

Nota de Prova
Provei o de 2009 num evento e adorei. Desta vez tive o prazer de provar este 100% viognier com mais calma, de o saborear e lhe juntar gastronomia. Só o favoreceu ainda mais.
Apresenta com palha pálida, leves esverdeados que colocam em relevo a sua juventude. no nariz predominantemente citrino, com notas evidentes de alperce maduro, baunilha com discrição e alguma verdura. Na boca continuidade da fruta cítrica meio verde, com acidez repenicada, vivaz e bem ligada com a estrutura muito mineral deste branco e com a própria fruta. Final persistente, limonado, fresco e elegante. Pede sem dúvida comida.

Classificação: 83/100

terça-feira, 18 de Outubro de 2011

Palacio de Bornos semidulce 2010

Características
Tipo: Branco
Castas: Sauvignon Blanc
Região: Rueda (Espanha)
Teor Alcoólico: 11%
Produtor: Palacio de Bornos
Preço: 5€ vap

Nota de Prova
A primeira surpresa neste branco de terras espanholas foi a rolha. Cor de rosa, emborrachada, tipo aquelas borrachas da escola. Onde ficou a rolha de cortiça? Já não basta va a scroll cap agora estas borrachas.
Apresenta-se com uma cor amarelo pálido, alguns reflexos palha seca, límpido e de aspecto fresco. Aromas intensos frutados, com muita fruta exótica/tropical como abacaxi e manga, tendo em pano de fundo aromas melados e leves florais. Na boca alguma untuosidade, bom equilíbrio entre o doce e o nível de acidez que mantém a prova viva, continuidade de fruta tropical fresca. O final de boca é médio longo. Acompanha bem uma sobremesa doce ou uma entrada de foie gras ou queijos fortes.

Classificação: 79/100

sábado, 15 de Outubro de 2011

Prova de Vintages 2009 The Fladgate Partnership - CAV

A prova de Vintages 2009 The Fladgate Partnership reabriu o ciclo de provas na garrafeira Coisas do Arco do Vinho.Um saudoso retorno a uma casa sempre acolhedora, com grandes vinhos e um atendimento tanto familiar como profissional. Quanto à prova, dizer que as casas de vinho do Porto do grupo The Fladgate Partnership declaram 2009 ano Vintage clássico. O Vintage 2009 vem na sequência de três outros Vintages considerados igualmente "extraordinários": Os de 2000, 2003 e 2007. Segundo o director-geral da Fladgate, Adrian Bridge, "é muito raro sucederem-se quatro vintages excepcionais na mesma década". Mas aqui os temos nós em Prova.
Obrigado ao Duarte Fernandes e o Paulo Caldeira pela esclarecedora apresentação efectuada quer aos Vintage em prova quer à nota introdutória relativa ao próprio ano vintage 2009 e pela disponibilidade em proporcionar esta grande prova.

Vintage Romariz 2009: Proveniente de vinhas classificadas com categoria A e indicado com sendo, dos quatro, o vinho fácil e mais rústico. Apresenta cor retinta, opaca com ligeiro rebordo vermelho sangue. Aromas embora um pouco fechados evidentes a frutos negros, fruta jovem e frescura. Na boca surge com alguma austeridade, rústico, com notas de cacau, alguma pimenta, mas muito, muito leve. Directo e pronto para agradar.    
Preço de Lançamento: 39,50€
Vintage Croft 2009: Origem em vinha mais velha que o anterior, na Vinha da  Benedita na Quinta da Roeda.. Cor retinta, muito concentrada. Nariz com boa intensidade a frutos frescos negros, algumas notas de cacau e especiarias. Na boca presença de mais classe,  presença de cacau e pimenta vermelha. Esta última muito bem conjugada com o cacau. Mais elegante, mas à medida que a prova avança sente-se a pimenta e um fervilhar da acidez que nos leva a pensar que este terá muitos anos pela frente.      
Preço de Lançamento: 58,40€

Vintage Fonseca 2009: Aqui participam a Vinha do Rio, da Quinta Panascal, a Vinha da Quinta do Cruzeiro e a Vinha biológica da Quinta de Sta António embora em pequena percentagem.. Grande vinho. Apresenta uma cor preta, opaca, impenetrável. Plano aromático intenso com a fruta preta em destaque, bem casados com notas especiadas, cacau e grão de café. Na boca sente-se a cremosidade, corpolência, untuoso, muito aveludado. Presença do cacau, das compotas de frutos pretos. Um Vintage de Top. Mais um com este nome.    
Preço de Lançamento: 68,70€
Vintage Taylor´s 2009: Fruto do lote proveniente de vinhas da Quinta de Vargellas, da Quinta de Terra Feita e da Quinta do Junco. Apresenta cor retinta, opaca, com ligeiro arroxeado nos bordos. No nariz presença de fruta preta como a amora, a framboesa e a ameixa preta, algumas mineralidade e notas florais bem presentes. Na boca é uma autentica bomba de ligações à fruta preta em compota, com uma pujança e força notáveis. Muita elegância e com um final interminável. O casamento gastronómico com um queijo de perfil forte foi perfeito.
Preço de Lançamento: 68,70€

quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

Hélio Loureiro Super Reserva Bruto Natural

Características
Tipo: Espumante
Castas: Maria Gomes, Bical e Arinto
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Caves do Freixo SA
Preço: 15€ vap

Nota de Prova
Antes de de avançar na nota de prova deste Espumante, faço notar tratar-se de um Bruto Natural. Um Espumante ao qual não foi adicionado qualquer tipo de açúcar em nenhuma fase do processo e que conta apenas com o açúcar da uva.
No flute apresenta cor amarelada muito citrina, aspecto límpido e cintilante, com bolha fina e persistente.No plano aromático destaque para o exótico bem mesclado com o citrino, alguma maça verde, sensação de frescura e leves notas da sua passagem por barrica. Na boca uma primeira sensação de espuma, cremoso, com suavidade e não deixando de transmitir vivacidade, frescura e elegância. Mantém-se persistente na boca durante algum tempo. O suficiente para nos apercebermos que fizemos a escolha acertada. Será sem dúvida uma boa forma de iniciar uma refeição preparando o comensal para o restante repasto.

Classificação: 84/100

quarta-feira, 12 de Outubro de 2011

Bétula 2010

Características
Tipo: Branco
Castas: Viognier e Sauvignon Blanc
Região: Douro
Teor Alcoólico: 12,5 %
Produtor: Catarina Montenegro
Preço: 12,5€ - 15€ vap

Nota de Prova
O perfil deste branco continua delicioso. A harmonia existente entre o lote viognier fermentado em barrica e o de Sauvignon Blanc fermentado em inox funciona na perfeição. Bétula, seduz pela frescura, elegância e leveza. Cor amarelo palha seca, demonstrado aparente evolução, aspecto límpido e brilhante. No nariz aroma intenso a fruta doce exótica com citrinos evidentes, maça verde com notas em fundo de baunilha e amêndoa. Na boca um branco volumoso, complexo, vibrante e muito equilibrado. Um nível de acidez perfeito, com fruta citrina fresca, mineral e leve vegetal. Com um final de boca longo e envolvente. Gastronomicamente muito versátil. Capacidade de envelhecimento notório.

Classificação: 90/100

segunda-feira, 10 de Outubro de 2011

Quinta da Lixa Vinho Verde Espumante Bruto

Características
Tipo: Espumante
Castas: Arinto e Avesso
Região: Vinho Verde
Teor Alcoólico: 12,5 %
Produtor: Quinta da Lixa - Soc. agricola, Lda
Preço: -€ vap

Nota de Prova
O calor continua e um espumante como este é sempre opção para acompanhar uma refeição. Apresenta cor palha bem definida, um amarelo limão maduro muito reluzente. Bolha muito fina e persistente. No plano aromático relevo para a fruta citrina, alguma maça verde e leves notas de casca de pêssego verde. Na boca revela-se suave, com primeiro contacto cremoso, espuma leve, muito equilibrado, com continuidade de fruta fresca citrina. Demonstra comprimento no final de boca, elegância e frescura.

Classificação: 80/100

domingo, 9 de Outubro de 2011

Quinta das Carrafouchas

A Quinta das Carrafouchas, localizada em A-das-Lebres (Loures) era-me desconhecida até à bem pouco tempo. Sabia dos seus vinhos e pouco mais. Tive agora o prazer de a visitar e posso dizer que quem por ali passa junto ao murado cor-de-rosa não se apercebe do verdadeiro tesouro e potencial que por lá dentro fervilha. Quinta que serviu de casa ao General Junot durante as invasões francesas, paineis de azulejos lindissimos que remontam ao séc. XVIII, minas de àgua e bicas com verdadeiros pormenores de arte. Também a vinha nos chama a atenção. Esta vinha está licenciada desde 1932, embora só tenha começado a produzir em 1954, o produto resultante era vendido a granel ou na forma de uvas ou em vinho que era feito da forma tradicional. Por vicissitudes várias, o tempo do vinho parou retomando a sua elaboração no ano de 2008, fruto de um recente projecto de António Maria, um dos filhos da matriarca da casa, a actual vinha foi plantada há cerca de 10 anos, com Touriga Nacional, Tinta Roriz e Arinto. Os primeiros vinhos a sairem para o mercado foi com a colheita de 2008, com um branco e um tinto, e já também no mercado a colheita de 2009 também com um branco e um tinto, pela mão do enólogo Hugo Mendes.
O projecto é muito recente e ainda se procura um caminho para o perfil dos vinhos e para a recuperação da própria Quinta, mas a qualidade existe, o potencial está presente e a paixão com que ouvimos António Maria falar deste projecto faz com que a minha expectativa se mantenha alta.

Encontro com o Vinho e Sabores 2011

A Revista de Vinhos organiza, pelo 12º ano consecutivo, aquela que é por muitos considerada a maior prova de vinhos e sabores, dirigida ao grande público em Portugal. De 28 a 31 de Outubro terá a oportunidade de participar no evento vínico e gastronómico mais esperado do ano onde, sem dúvida, poderá estar em contacto com a melhor combinação de sabores – os melhores vinhos, os melhores queijos, os melhores fumados e os melhores doces. Tudo num só lugar.
Trata-se de uma prova única no seu género em Portugal na qual mais de 350 produtores de vinhos, queijos, presuntos, enchidos e azeites, seleccionados pela Revista de Vinhos, apresentam os seus produtos aos consumidores e público interessado.
Aberto ao público durante o fim-de-semana, o Encontro com o Vinho e Sabores tem o dia 31, segunda-feira, exclusivamente dedicado a profissionais: restaurantes, retalhistas, profissionais do sector que aproveitam para provar e avaliar muitas das aquisições a fazer durante o próximo ano.

Horários:
28 de Outubro 2011 (6ª feira) – 18:00 / 22:00
29 e 30 de Outubro 2011 (Sábado e Domingo) – 14:00 / 20:00
31 de Outubro 2011 (2ª feira) – dia exclusivo para Profissionais – 11:00 / 18:00

Entrada: 10 euros
Entrada gratuíta para crianças até aos 12 anos de idade.
50% de desconto para leitores da Revista de Vinhos, mediante a apresentação do cupão publicado na Revista de Vinhos de Setembro e Outubro.

Bilhetes à venda no Centro de Congressos de Lisboa durante os dias do evento.
Mais informações aqui

quinta-feira, 6 de Outubro de 2011

Restaurante "Sintra Antiga" - Rio de Mouro

Situado num local pouco provável para um restaurante, podemos até passar por ele sem nos apercebermos que lá está. Muito perto do novo Forúm Sintra, praticamente paredes meias com a Loja da Moviflor, o Restaurante Sintra Antiga ocupa o espaço de uma antiga quinta com um jardim pleno de verde e um estacionamento privado para mais de 30 viaturas que se torna imprescindível naquele local.
Lá dentro um ambiente que permite muita privacidade aos seus clientes, espaços acolhedores e sossegados, decoração com motivos sintrenses, saloios e alguma história da vila. Mesa bem composta, com natural cuidado para a harmonia dos objectos que ocupam o seu lugar num convite a uma refeição em família.
O atendimento é cuidado, familiar e simpático. Numa relação não muito próxima mas acolhedora o atendimento é conseguido sem perturbar o decorrer do momento.
Ementa com destaques ao peixe fresco de boa qualidade grelhado, Lombo de Bacalhau com Batata no Borralho ou  Posta Saloia. Os doces caseiros têm um aspecto delicioso como aquele pudim delicioso. O único senão é o número limitado de pratos ou sobremesas à escolha. Damos por nós a ser "obrigados" a seguir uma escolha demasiado óbvia dentro do que nos é apresentado e isso pode ser elemento suficiente para afastar alguns clientes. Como enófilo posso afirmar que não gostei muito do tipo de copo apresentado. Embora com linhas de elegância, não me cativa para aquilo para que realmente necessito deles. A cozinha é boa. A comida chega-nos um pouco apertada de apresentação, mas muito saborosa e bem confeccionada.
Morada: Estrada Nacional  249, KM 14 - Rio de Mouro
Contacto: 219 200 317
Preço médio por refeição: 25 €
Atendimento: Simpático, Atencioso, Familiar
Satisfação: 6/10

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails