terça-feira, 29 de maio de 2012

"BARCA VELHA – Histórias de um vinho" - de Ana Sofia Fonseca

O Barca Velha nasceu em 1952. Sessenta anos e dezassete colheitas depois, continua a ser o mais conceituado vinho de mesa português – pela sua qualidade singular, mas também pela história que herdou e construiu. A saga de uma jóia do Douro. 
Neste livro contam-se as histórias que fazem a história do Barca Velha. A singularidade do mais conceituado tinto português está tanto nas gentes que lhe dão alma, como nos segredos da sua receita. Surge em colheitas excepcionais – em sessenta anos de existência conta apenas dezassete rótulos. É o único tinto que só chega ao mercado depois de uns oito anos a maturar em garrafa. E é o mais disputado nos leilões.
Os socalcos encosta acima, o rio lá em baixo, as vinhas a perderem de vista. A terra mágica. Homens e mulheres a suarem na vindima, o mosto a fervilhar na adega. O glamour das vidas dos proprietários, a dureza da sina dos trabalhadores, a alquimia do calendário dos enólogos. Os mistérios das quintas e das caves de Gaia. A saga de D. Antónia Adelaide Ferreira, que se aventurou num mundo para lá do fim do mundo. O génio de Fernando Nicolau de Almeida. Contra tudo e contra todos, o sonho de um tinto de excepção, num tempo em que o país bebia zurrapa e ninguém imaginava o Douro Superior como berço de vinhos de mesa. E as aventuras de hoje – ambições, negócios, novos sonhos.
Através de uma pesquisa exaustiva e com a ajuda de muitos testemunhos, a autora Ana Sofia Fonseca leva-nos ao Douro e à intimidade de um vinho com histórias próprias de romance.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails