sexta-feira, 13 de julho de 2012

Apresentação dos Vinhos NOCTURNO da Damasceno


No passado dia 12 de Julho, no Restaurante Rubro em Lisboa, foram apresentadas as novidades Nocturno 2011 Tinto e o Nocturno 2011 Branco dos Vinhos Damasceno. Uma nova gama desta casa da região vitivinícola Península de Setúbal, que tem como particularidade o facto da vindima para este vinho ter sido nocturna. Ambos têm a mão do enólogo Nuno Cancela de Abreu que aposta na frescura e qualidade de preservação da uva quando colhida à noite como factor decisivo na produção deste Nocturno. Estará à venda no território nacional a cerca de 5€ a garrafa. No mercado internacional, o Canadá, Inglaterra, Alemanha Suíça, Holanda, Japão e Brasil são os destinos eleitos.

Nocturno Branco MMXI
Produzido a partir da casta Moscatel e com teor de álcool de 13% este é um branco que marca inicialmente pelo poder dos aromas a flor de laranjeira, fruta madura tropical, ligeiro adocicado, um perfume inebriante que nos rodeia, mas que se mantém fresco e elegante. Na boca nota inicial para a sensação de frescura, com uma acidez vivaz, palpitante, que mantém o vinho vivo e apelativo enquanto não aquecer à temperatura ambiente. Excelente para começar à beira da piscina e continuar na refeição como seja uma entrada leve ou uma prato de peixe grelhado, marisco cozido e mesmo uma salada leve de Verão.
80/100

Nocturno Tinto MMXI
Tinto produzido a partir de uvas das castas Syrah, Aragonez e Castelão, esta última em reduzida quantidade, com teor e álcool e 14% e com 6 meses de estágio parcial em barricas d carvalho Francês. Para mim o Rei da noite. Começamos pela sua cor rubi concentrada, com nuances violáceas escuras, profundo e cativante. Aromas de média intensidade a fruta madura, com alguma maturação, ligeiras notas compotadas e laivos de cacau, toffee e boa tosta. No palato surge macio, leve untuosidade nos lábios, muito muita fruta fresca, bom equilíbrio de acidez, equilibrado e constante. O que eu chamo de um vinho para toda a refeição. Não se limita a impressionar no inicio como nos continua a surpreender até ao final da refeição. Excelente harmonização com aquele prato de carne que por gulodice acabei por não registar o nome.
90/100

Referência ainda para o lado gastronómico de ambos. Vinho e gastronomia aqui muito bem junto como se quer em Portugal. A companhia perfeita para um e para o outro, e este casamento foi muito feliz com a cozinha do Restaurante Rubro do Campo Pequeno. 


Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails