terça-feira, 27 de Março de 2012

Hotel Cascais Miragem - Cascais

Hotel de luxo situado entre o Estoril e Cascais, no que foi o retiro de eleição de Reis e Aristocracia Europeia, pela sua beleza natural e pelo clima ameno, com uma vista deslumbrante para o Atlântico, para o azul do mar a que dista apenas cerca de 100 metros e a 5 minutos do centro da Vila de Cascais.
Hall de entrada de tirar o fôlego, grandioso. Com 192 quartos, incluindo 12 suites, 18 salas de reuniões e congressos, 2 restaurantes e bar. O Hotel oferece ainda um espaço de lojas, Business Center, Spa & Health Club com mais de três mil metros quadrados, onde poderá desfrutar, e mais uma vez relembro, de vistas para o mar deixando-o maravilhosamente surpreendido.
Embora não pudesse retirar o máximo proveito da estadia, faltou aquele calorzinho para poder dar um mergulho na piscina, reconheço que sem dúvida é um espaço que requinte, luxo e perfeito para o lazer. Aconselho!
Para mais informação ver o aqui.

domingo, 25 de Março de 2012

Guadalupe Selection 2010 Branco

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Antão Vaz
Região: Alentejo Reg
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Quinta do Quetzal- Sociedade Agrícola, Lda
Preço: 7€ vap

Agradecimento
Uma palavra de agradecimento à Quinta do Quetzal pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova
Mais uma novidade Branco da Quinta do Quetzal um patamar acima do anterior. Um perfil diferente, um 100% Antão Vaz, com vinificação em inox e engarrafado 6 meses depois. Apresenta pois uma cor citrina, mais concentrada, com esverdeados claros, muito límpido e brilhante. No nariz somos invadidos pelas notas frescas da fruta, muito citrino e algum abacaxi verde. Gosto do toque mineral, mármore fresco. Boca com continuidade da fruta fresca e com o toque mineral também já apreciado nos aromas. Acidez em bom plano, descontraído e um final de boca de média duração. Leveza e frescura com muita fruta em bom equilíbrio. .

Classificação: 80/100

18º Festival Queijo, Pão e Vinho | Palmela

Entre 30 de março e 1 de abril, o Queijo, o Pão e o Vinho convidam a visitar S. Gonçalo, freguesia de Quinta do Anjo, e a descobrir os melhores sabores da região. Produtos tradicionais de grande qualidade, workshops de degustação e programas de animação para toda a família, no cenário privilegiado da serra da Arrábida - candidata a Património Mundial - justificam uma visita ao 18º Festival Queijo, Pão e Vinho.
Mais de três dezenas de expositores de queijo, vinho, pão, doçaria, mel e fruta participam nesta edição do certame, que abre a programação oficial “Palmela Cidade Europeia do Vinho 2012”. Nesse sentido, a presença do vinho está reforçada, com a criação de um novo espaço, onde estarão as empresas que integram a Rota de Vinhos da Península de Setúbal/ Costa Azul. 
Organizado pela ARCOLSA – Associação Regional de Criadores de Ovinos Leiteiros da Serra da Arrábida com a Câmara Municipal de Palmela, o Festival Queijo, Pão e Vinho valoriza o mundo rural e constitui uma oportunidade privilegiada para todos, miúdos e graúdos, contactarem com os animais e conhecerem os ciclos de produção do queijo. São exemplo as apresentações das escolas equestres da região, as demonstrações de tosquia ou de cão pastor, as exposições de ovinos leiteiros, as divertidas corridas de ovelhas no “Ovinódromo” e a possibilidade de uma visita ao “Museu do Ovelheiro”, instalado no recinto. 
Para quem deseja conhecer mais sobre as características do vinho ou do queijo e descobrir como os harmonizar entre si ou com chocolate, a proposta vai para os Laboratórios do Gosto e para as provas comentadas por enólogos convidados, numa organização da Rota de Vinhos, e para os Workshops com formadores da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. 
Gastronomia, animação musical e desportiva, passeios a cavalo e concursos são mais alguns dos atrativos deste Festival, que brinda à Primavera com os sabores da terra. 
A não perder, ainda, os Fins de Semana Gastronómicos do Queijo de Ovelha, que abrem o ciclo de Fins de Semana temáticos 2012. Dezanove estabelecimentos do concelho participam na iniciativa, que decorre nos dias 30 e 31 de março e 1, 6 7 e 8 de abril, no âmbito do projeto “Palmela, Experiências com Sabor”, com a apresentação de menus criativos e requintados, onde o queijo de ovelha é ingrediente indispensável, quer na confeção dos pratos principais, quer na criação de sobremesas surpreendentes.
Ver o programa aqui

terça-feira, 20 de Março de 2012

Rodovisco Garcia Reserva 2008

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Aragonez, Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah
Região: Alentejo
Teor Alcoólico: 14,5%
Produtor: Maria Antónia de Carvalho Rodovisco Garcia
Preço: 8€ vap

Nota de Prova
Este tinto alentejano apresenta cor vermelha concentrada, opaca mesmo, revelando tonalidades violeta escuro no bordo do copo. Armas intensos e complexos a frutos vermelhos bem maduros, com notas florais e frescas, muita especiaria, tostados e algum fumado de fundo. Chegando ao palato enche a boca com a sua presença de volume, gordo, com taninos firmes e muito redondo. Na minha opinião mais um ou dois anos em garrafa apenas o beneficiará, mas está já muito bebível. O final é longo, com frescura e algum fumado mentolado. Pede gastronomia com pujança. Aí subirá ainda mais um pouco.

Classificação: 80/100

sábado, 17 de Março de 2012

Domingos Soares Franco Colecção Privada Verdelho 2011

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Verdelho
Região: Península de Setúbal
Teor Alcoólico: 13,5%
Produtor: José Maria da Fonseca Vinhos, SA
Preço: 9,49€ vap

Agradecimento
Uma palavra de agradecimento à José Maria da Fonseca pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova
Verdelho e não Verdejo. Aparentemente o mesmo, mas os últimos estudos e experiências enológicas de Domingos Soares Franco revelam o contrário. Aqui temos Verdelho. Apresenta cor citrina, leves esverdeados, aspecto jovem, límpido e brilhante. No nariz tem o que aprecio num vinho desta casta, rico e desafiante. Com os citrinos em destaque, mas também o floral, o toque vegetal e um traço mineral que lhe transmite muita frescura. Na boca salta logo uma acidez viva, com bastante toranja, seduz no encontro com o palato por esta fibra e vivacidade, e pela suavidade que depois nos reconforta. Equilíbrio excelente entre fruta e acidez. Puxa por comida. Revela-se elegante, fresco e com final persistente.

Classificação: 89/100

quinta-feira, 15 de Março de 2012

Herdade do Esporão Verdelho 2011

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Verdelho
Região: Alentejo Reg
Teor Alcoólico: 13,5%
Produtor: Esporão, SA
Preço: 7,99€ vap

Agradecimento
Uma palavra de agradecimento à Esporão, SA pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova
Mais um novidade da Esporão nos brancos e mais uma boa opção dentro deste nível de vinhos com que esta casa habituou o consumidor.
Cor amarela citrina, reflexos esverdeados brilhantes, muito límpido e cristalino. Nariz rico e intenso a lima bem casada com aromas da fruta da paixão, um maracujá maduro, algum abacaxi, transmite uma sensação de frescura agradável. Boca com muita fruta citrina, toranja e lima em destaque, fresco com um nivel de acidez bem balanceado com a carga de fruta e frescura. Respira frescura. Final longo, persistente, fresco e elegante. Não vou dizer nenhuma novidade.Aconselho.

Classificação: 89/100

quarta-feira, 14 de Março de 2012

Herdade do Esporão Duas Castas Semillon Viosinho 2011

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Semillon e Viosinho
Região: Alentejo Reg
Teor Alcoólico: 14%
Produtor: Esporão, SA
Preço: 7,99€ vap

Agradecimento
Uma palavra de agradecimento à Esporão, SA pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova

Passaram talvez duas ou três semanas que alguém perguntou qual o último vinho que me havia feito sorrir. Na altura nada respondi. Achei mesmo que poderia não fazer muito sentido responder pois poderia ter de estar sempre a mudar de resposta. Hoje tenho de dar a mão à palmatória. Este Duas Castas fez-me sorrir e fez-me dar importância a essa pergunta.
Cor citrina com ligeiros esverdeados claros, muito límpido e cristalino. Nos aromas a primeira grande nota de destaque. Intenso de fruta citrina, toranja, casca de tangerina e lima madura com um elegante acompanhamento floral e toque mineral e fresco. Na boca está no ponto. Muito bom. Toque de seda, guloso, envolvente e com continuidade da fruta. Dos citrinos. Intenso também de boca, uma acidez polida com um final extenso. Uma delicia. Esta é uma novidade da Esporão que, sem dúvida, aconselho.

Classificação: 90/100

domingo, 11 de Março de 2012

Mãos Tinta Roriz 2010

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Tinta Roriz
Região: Douro DOC
Teor Alcoólico: 15%
Produtor: Rafael A.R. Pinto Miranda
Preço: 13 € vap

Nota de Prova
Um 100% Tinta Roriz com um ruby carregado, concentrado, violeta escuro, límpido e com lágrima de aspecto persistente. No nariz fragância a aromas quentes, fruta do bosque muito madura, compota, ligeiro doce e sem evidenciar os 15º de alcool. Boca segura, marcante, com pujança e frescura, robusto, enchendo por completo o palato. Um vinho a beber já com um prato com a pujança gastronómica que o mesmo pede. Final longo e persistente.

Classificação: 85/100

sexta-feira, 9 de Março de 2012

Mãos 2010 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Região: Douro DOC
Teor Alcoólico: 14,5%
Produtor: Rafael A.R. Pinto Miranda
Preço: 12 € vap

Nota de Prova
Apresenta cor violeta definido, límpido e atractivo. Aromas intensos a fruta vermelha e preta bem madura, a fruta silvestre como a amora já madura em demasia, ligeiro floral e frescura fumada. Na boca sentimos um vinho feito e pronto a consumir, taninos marcantes, com continuidade de fruta, sempre fresca, equilibrado e com um final de boca longo, fresco e frutado.

Classificação: 85/100

quinta-feira, 8 de Março de 2012

Mãos 2010 Branco

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Gouveio, Rabigato e Viosinho
Região: Douro DOC
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Rafael A.R. Pinto Miranda
Preço: 12 € vap

Nota de Prova
Mais um branco dado a conhecer pela Carla Reis. Um Douro de cor citrina, amarelo claro, translúcido, límpido e brilhante. Aromas delicados, de intensidade média, com notas citrica e florais bem conjugadas, transmitindo muita frescura. Boca um pouco austera, mantendo a sensação de frescura, com muita fruta citrina, elevada secura e leve travo amateigado. Interessante opção para um peie no forno ou uma carne branca grelhada.

Classificação: 79/100

quarta-feira, 7 de Março de 2012

Quinta da Mieira 2010 Branco

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Rabigato
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: José Turégano Sociedade Vinícola Uni, Lda
Preço: 12 € vap

Nota de Prova
Desconhecido até a Carla Reis, em boa hora, o levar até nós num almoço que apenas trás boas recordações. Servido à temperatura certa apresenta uma cor amarela citrina, palha seca, com aspecto cristalino e límpido. Na nariz aromas frescos citrinos e a fruta tropical, directo e conquistador desde o primeiro momento em que lhe damos atenção. Na boca mantém o perfil frutado e fresco, equilibrado e com um nivel de acidez na medida certa. Na minha opinião um branco que pede já a companhia gastronómica. 

Classificação: 80/100

segunda-feira, 5 de Março de 2012

Guadalupe 2011 Branco

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Antão Vaz, Roupeiro e Arinto
Região: Alentejo Reg
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Quinta do Quetzal- Sociedade Agrícola, Lda
Preço: 3,95€ vap

Agradecimento
Uma palavra de agradecimento à Quinta do Quetzal pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova
Cor citrina clara, com leves nuances esverdeadas, translúcido, limpio, mostra toda a sua juventude nas suas tonalidades. No nariz apresenta fruta exótica fresca de média intensidade, com abacaxi e lima, equilibrado e delicado. Boca leve e fresca, com as notas de fruta fresca bem casadas com um toque mineral subtil, muito fresco, suave e um final de boca limonado.
Aposto neste tipo de vinho para inicio de uma refeição leve ou mesmo para beber simplesmente sozinho, descontraidamente com os amigos.

Classificação: 78/100

100.000 Visitas. Obrigado!

Atingimos hoje a conta de 100.000 visitas. Obrigado a todos. Vamos continuar por mais algum tempo....

domingo, 4 de Março de 2012

Garrafeiras On-Line ou Garrafeiras de Rua

Quando começo a pensar nos locais onde hoje posso comprar vinho não posso deixar de equacionar as Garrafeiras On-line em oposição às Garrafeiras de Rua. Não vou considerar neste momento as Garrafeiras de Super ou Hipermercado, embora também em alguns casos também existam online. Vou apenas considerar aquelas garrafeiras no tradicional sentido da palavra. As Garrafeiras de Rua  em oposição, ou não, às On-Line.
A rápida evolução tecnológica e a nossa vida cada vez mais orientada e planificada ao minuto levou a que o comércio virtual pudesse crescer em todo o tipo de mercado e, como não poderia deixar de ser, também no mercado do vinho se verificou um crescente número de lojas a nascer e a convencer.
Na "guerra" entre estes dois tipos de mercado, embora se vejam baixas em qualquer das partes, também é cada vez mais comum ver nascer as Garrafeiras On-Line filhas de Garrafeiras de Rua já existentes e com sucesso. Ambas coexistem, todavia, na maioria das vezes, com regras diferentes. Mas coexistem. Com sucesso. Com compradores que tanto compram na loja física como na On-Line, e com cada vez mais seguidores da compra de sofá. As transacções nunca estiveram tão seguras como agora, os preços são normalmente mais baixos, o acesso é rápido e cada vez com mais oferta, existem promoções só efectuadas nas lojas on-line, por vezes os portes são oferecidos e até aquela especial atenção de sugestão daquele vinho especial também já é acessível via Garrafeira On-Line.
Mas estas são apenas algumas hipóteses para o sucesso do lado do consumidor. E do lado do produtor como é visto este florescimento de Garrafeiras On-Line? Será apenas mais um simples ponto de venda para os seus produtos, mais um pequeno nicho de venda ou para além disso uma nova montra universal com direito a visualizações a nível mundial e com hipótese de venda e publicidade dos seus vinhos em todo o mundo?
Por último, faço uma pergunta a quem me segue e me lê. Costuma comprar em Garrafeiras? On-line ou de Rua? O que o leva a decidir por uma ou pela outra? Qual o futuro de ambas?

sábado, 3 de Março de 2012

Tons de Duorum Branco 2011

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Viosinho, Rabigato, Verdelho, Arinto e Moscatel
Região: Douro DOC
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Duorum Vinhos, SA
Preço: 3,99€ vap

Agradecimento
Uma palavra de agradecimento à Duorum Vinhos SA pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova
Este é o momento em que as novidades em termos de Brancos começam a chegar, começa a cheirar a Primavera, e o Tons de Duorum branco é um desses vinhos pelo qual se aguarda.
Cor citrina pálida, com leves rasgos esverdeados, translucido, límpido e brilhante. Nariz com predominância de fruta citrina em perfeita harmonia com a fruta tropical, abacaxi maduro e muita frescura e toque mineral interessante. Na boca continua a mostrar toda a fruta citrina que lhe dá muita vida e frescura, presença da lima e da toranja, nível de acidez muito equilibrada. O final de boca é persistente, frutado e fresco.
Continuamos este ano com um excelente valor na relação qualidade/preço e que venham dia mais quentes que este branco merece.

Classificação: 85/100

quinta-feira, 1 de Março de 2012

Domingos Soares Franco Colecção Privada Moscatel Roxo Rosé 2011

Características
Tipo: Vinho Rosé
Castas: Moscatel Roxo
Região: Península de Setúbal
Teor Alcoólico: 12%
Produtor: José Maria da Fonseca Vinhos, SA
Preço: 9,49€ vap

Agradecimento
Uma plavra de agradecimento à José Maria da Fonseca pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova
Uma casta como a Moscatel Roxo não é costume ver em vinho rosé, sempre foi costume saboreá-la em licoroso, doce e a sugerir frua passa e seca. Neste rosé temos um vinho diferente.
Apresenta um cor salmão claro, translucido e brilhante. Aromaticamente marcado pelas notas florais, pelas rosas. Alguns frutados a lichia, framboesa fresca e uma muito boa dose de mineralidade.Na boca destaco a vivacidade e frescura dada por uma acidez muito interessante e que casa muito bem com os frutados aqui presentes. Na minha opinião é um vinho para companhia gastronómica, embora para pratos leves. Na companhia de um melão com presunto apresentou-se com excelência. 

Classificação: 83/100

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails