sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Rui Roboredo Madeira | Os Novos Vinhos do Enólogo

O Restaurante Petra Rio foi palco, no passado dia 3 de Outubro, para a apresentação dos novos vinhos do Enólogo Rui Roboredo Madeira.
Beira Interior, Douro e Vinhos Verdes. Estas são as regiões onde Rui Reboredo Madeira escolheu para produzir os seus vinhos. Todos eles ligados pelo Rio Douro e todos eles demonstrativos de cada Terroir e com uma dose extra de Paixão que o Enólogo dedica a cada vivência, a cada cheiro e a cada particularidade existente em cada região.

Assim, foram apresentados os vinhos abaixo com as respectivas harmonizações elaboradas para cada um deles pelo Chef Tiago Vaz Santos.

BEYRA 2012 BRANCO | PVP: 2,99€
Cor citrino, aspecto jovem, quase translúcido. No nariz aromas intensos a fruta citrina, toranja, muito mineral, muito pó. Na boca está macio, com boa acidez, equilibrado, perfil fruta citrina, notas de lima e toranja bem compostas, bem definidas, toque mineral. Final de boca fresco. Manter fresco durante a refeição.
Prato: Cogumelos Paris Recheados Com Bacon e Mozarella

BEYRA QUARTZ 2012 BRANCO | PVP: 3,99€
Cor amarelo citrino, limpo, muito claro e jovem. Aromas mais delicados, mais escondidos. Notas mais florais, mineral, com a fruta citrina mais escondida. Na boca surge com mais intensidade, mais corpo, acidez e mineralidade mais marcante, com um fruta citrina mais discreta. Final mais duradouro e fresco.
Prato: Atum Braseado com Arroz Basmati e Molho de Caril e Amêndoas

CASTELO D'ALBA VINHAS VELHAS RESERVA 2011 TINTO | PVP: 9,99€
Cor rubi, concentrado, fechado e opaco, com nuances violetas. Aromas com muita fruta vermelha madura, alguma compota, toque floral bem ligado, algum tostado muito leve. Boca larga, corpulento, fruta vermelha com muita frescura, especiaria e tosta leve, bom comprimento.
Prato: Tempura de Polvo com Risotto de Beterraba e Rúcula

ATALAYA 2011 TINTO | 14,90€
Cor rubi, concentrado e opaco, muito fechado. No nariz muita fruta vermelha e preta madura, com madeira a dizer presente, especiado, fresco, algum toffe, muito complexo mas também ainda jovem. Na boca está vivaz, macio, muito equilibrado, com boa fruta, fresca, muito bem ligado com as notas de estágio em barrica. Boca larga, profunda e fresca.
Prato: Peito de Pato Braseado com Puré de Requeijão e Castanha

BEYRA SUPERIOR 2011 TINTO | (Ainda não se encontra à venda)
Tinta Roriz, Touriga Nacional, Jaen e Alfrocheiro / 12 Meses de Barrica
Cor rubi retinta, espesso. Aromas de fruta preta compotada, ameixa preta, flores, fresco. Boca pujante, vivaz e rebelde, fruta fresca, madeira bem ligada, especiado, ligeiro vegetal, cacau. Final longo.
Prato: Novilho em Queijo Gratinado com Batata Fonte Nova e Couve de Bruxelas

Por último, voltamos ao BEYRA BRANCO mas o de 2011 para acompanhar uma sobremesa citrina. Uma Tarte de Lima e Mel de Rosmaninho que se juntou em prefeição ao vinho. Grande escolha e alguma surpresa por parte de todos. Fica na memória e será uma harmonia a repetir.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails