quinta-feira, 20 de março de 2014

Quinta da Folgorosa em Prova na Garrafeira Wines 9297

Em mais uma tarde de prova de vinhos na Garrafeira Wines 9297, fomos até à região de Lisboa para conhecer os vinhos da QUINTA DA FOLGOROSA. Em boa verdade, se para uns será um produtor pouco conhecido, para mim foi uma completa novidade e isto é, de facto, também um dos objectivos para onde as garrafeiras devem apontar: apresentar novidades, novos produtores, novas experiências e claro a oportunidade para ganhar mais conhecimento acerca dos Nossos vinhos.
A Quinta da Folgorosa fica em Dois Portos, Torres Vedras, projectada pelo célebre arquitecto suíço, Ernesto Korrodi, em 1910, e implantada numa zona de elevada beleza paisagística. Com 40 ha de vinhas e uma adega antiga, mas renovada, alia-se a tradição da pisa a pé em lagar aos novos equipamentos.
Foram provados alguns vinhos que serão ainda novidade no mercado e cujo rótulo ainda será temporário, algo que desde logo afere da jovialidade dos vinhos e da estratégia do produtor para que só no momento certo os seus vinhos estejam à disposição do consumidor.
 FULGOR 2011 BRANCO
O entrada de gama desta casa nos brancos. Cor citrino, laivos esverdeados, aspecto jovem. Aromas frescos, citrinos, maça verde e muito directos. Na boca macio, limonado, acidez equilibrada, muito sumarento e curto de boca.
75/100
PVP: 4,90€

FOLGOROSA 2011 TINTO
Apresenta cor rubi, média concentração e intensidade. Aromas predominantes da fruta vermelha madura, algum cacau e frescura. Na boca continuamos com boa frescura, perfil frutado e com um fim de boca com ligeiro amargo vegetal. Final de boca de média duração.
79/100
PVP: 5,90€



QUINTA DA FOLGOROSA 2009 TINTO
Cor rubi, média concentração, aspecto limpo. Nariz com fruta vermelha madura, regresso um pouco às notas mais adocicadas, alguma baunilha, fumados, algumas notas de chuva de verão em terrreno seco pelo sol. Boca com vivacidade, alguma secura, com estrutura, fruta fresca e final de boca persistente.
84/100
PVP: 8,90€

QUINTA DA FOLGOROSA RESERVA 2010 TINTO
O topo de gama desta casa foi sem dúvida o vinho que mais me agradou. Cor rubi, concentrado no nucleo e de aspecto limpo. No nariz é muito perfumado e intenso, com notas balsamicas directas, algum quimico interessante, fruta madura, mas não chata, muito complexo. Na boca continuamos neste perfil. Com estrutura, vivaz, com boa acidez e com fruta fresca no ponto. Boa especiaria, e ligeiro vegetal final. Final de boca longo e fresco.
87/100
PVP: 19,90€

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails