quarta-feira, 19 de abril de 2017

Restaurante Café Garrett - Lisboa

Em cartaz desde já algum tempo no Teatro D. Maria II em Lisboa está o restaurante de Leopoldo Garcia Calhau que nos faz tropeçar à entrada do Teatro, parar para ler a ementa e depois nos obriga a sentar para trincar qualquer coisa.
O espaço convida a comer, a beber e a conversar. Durante o dia a esplanada fechada com grandes painéis de vidro é a atracão. À noite, a sala interior convida a momentos mais intimistas ou de reflexão antes de seguirmos o nosso caminho até ao nosso lugar em noite de peça.

À mesa os pratos revelam a simplicidade dos sabores autenticos, marcadamente de aposta na cozinha mediterrânica, na comida de conforto e nas memórias que nos conseguem trazer no momento de as degustar. Não será por isso estranho perceber a ligação afectiva a alguns deles ou a algum produto em particular quando o prato nos é apresentado à mesa.

Conforme indicado na ementa, Para Começar... Tomate, Pimentos e Ovo (Tomatada). Fechar os olhos e acordar os sentidos e a memória com o aroma e o sabor deste prato. Tudo no ponto e sem ser a época do tomate.

De seguida, a passagem para A Bifana. Uma interpretação de Leopoldo Garcia Calhau que surpreende pelos sabores mais acidez e picantes da mostarda em contraste com a doçura de um pão tipo brioche e a leveza do panado de carne. Pessoalmente dispensava as batatas tipo palito, mas confesso que também poderá ser apenas uma perseguição muito pessoas a este tipo de batata.

Já na fase de Sem Espinhas e Sem Osso, seguiu-se O Polvo, Batata Doce e Coentros. A ligação sempre fantástica do polvo com a batata doce, a intensidade do coentro   e um coulis de pimentos vermelhos de não deixar por lá vestígios no final da refeição.

Para sobremesa, e apesar das restantes opções, é obrigatório o Pudim de Noz da Joana. Uma verdade obra do "Demo" para atentar a qualquer dieta ou tentativa de fuga afirmando que não é costume comer doces no final da refeição. A primeira vez que saboreei este doce acho que comi umas três fatias... e não senti nenhum remorso ou culpa pelo que acabara de fazer.
Este pudim, uma receita de sua família com mais de 40 anos, leva apenas nozes, ovos, pão e açúcar. Uma perdição!

____________________________________
CAFÉ GARRET
Tipo de Cozinha: Tradicional Portuguesa, Alentejo
Copos de Vinho Adequados: Sim
Estacionamento: Fácil (Pago)
Horário: Terça a Domingo das 12:00h às 24:00h
Preço Médio Refeição: 20€

Morada: Teatro Nacional D. Maria II, Praça D. João Da Câmara, 1100-201 LISBOA
Telefone: + 351 211 933 532
Na Net: Página de Facebook

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails