sábado, 23 de junho de 2018

Quintas de Melgaço | O Alvarinho Em Destaque

Quando no mesmo local e à mesma hora se juntam a um produtor de vinho, dois Chefs portugueses reconhecidos com as famosas Estrelas Michelin, então sabemos que vamos para um momento especial e inesquecível.
As Quintas de Melgaço, produtor de vinhos da região dos Vinhos Verdes, mais propriamente Monção e Melgaço, apresentaram as suas mais recentes colheitas com um almoço de harmonização com os Chefs Michelin Vítor Matos, do Vidago Palace e João Rodrigues, do Restaurante Feitoria onde se realizou o evento.

Um menu exclusivo que Élio Barreiros, enólogo das Quintas de Melgaço, aproveitou para apresentar as novidades do produtor, quer as novas colheitas de marcas já existentes, que nas colheitas dos vinhos que agora nascem como o Quintas de Melgaço Rosé (o único que não é 100% Alvarinho) como o Vindima Tardia Superior.

ESPUMANTE QM RESERVA BRUTO 2016 BRANCO | VINHO VERDE | 12% | PVP 11€
ALVARINHO 
QUINTAS DE MELGAÇO, AGRICULTURA E TURISMO, SA
16,5
Cor amarelo citrino, leve esverdeado, bolha muito fina e persistente, aromas delicados e leves, citrino, flor branca, leve toque de panificação, fino e fresco. Na boca mostra uma mousse muito leve e cremosa, com secura leve, acidez equilibrada, persiste no palato e mantém-se fresco e leve até ao final.
Serviu com excelência dois momentos distintos. Numa primeira fase como welcome drink, onde a frescura e leveza se destacaram e depois no casamento com uma série de snacks conforme as fotos acima com Polvo e Batata Doce, Tarte de Favas E Papada de Porco Alentejano, Pedras Vivas e uma Língua de Bacalhau, Colagénio e Salsa (JR).

QM ALVARINHO ROSÉ | REGIONAL MINHO | 12,5% | PVP 8,50€ 
ALVARINHO, SOUSÃO 
QUINTAS DE MELGAÇO, AGRICULTURA E TURISMO, SA 
17
Cor rosado claro, salmão leve, aspecto limpo e brilhante. Aromaticamente intenso, perfumado, muita fruta vermelha, groselha e framboesa, floral composto, mineral, pedra lascada. Boca com algum volume, envolvente, com acidez acutilante, cremoso, com ligeira secura, com ligeiro doce em final de boca.
A primeira novidade onde Alvarinho e Sousão se juntam para pela primeira vez fazer nascer o rosé das Quintas de Melgaço. Acompanhou o que já descrevi como divinal Peixe de Rio, Amêndoa e Nabo (JR).

QM ALVARINHO 2017 BRANCO | VINHO VERDE | 13% | PVP 8,99€ 
ALVARINHO 
QUINTAS DE MELGAÇO, AGRICULTURA E TURISMO, SA 
17
Cor amarelo citrino, esverdeado leve, aspecto jovem e límpido. No nariz mostra a fruta num patamar de elegância bem alta, o citrino e o fruto de caroço madura e fresco, lima, traço mineral vincado, frescura que envolve o conjunto. Acidez acutilante na boca, mantém a carga citrina e mineral que agarramos nos plano aromático, equilibrado e com um fnal de boca longo.
Revela um crescimento extraordinário de colheita para colheita, sendo, sem dúvida alguma, um Alvarinho para constar na lista de compras. A maridagem fez-se com o mar, digo, com as Memórias do Algarve (VM), um prato que estimula a nossa memória das ondas e dos aromas salinos da nossa costa. Belíssimo. 

QM VINHAS VELHAS 2017 BRANCO | VINHO VERDE | 13% | PVP 17,50€ 
ALVARINHO 
QUINTAS DE MELGAÇO, AGRICULTURA E TURISMO, SA 
17,5
Cor amarelo citrino, aberto, aspecto jovem e limpo. Aromas um pouco fechados de inicio, mas que rapidamente se revelam e mostram a tipicidade da casta com um fundo mineral muito interessante. Na boca surge com estrutura e corpo, acidez equilibrada e secura mais fina, alguma untuosidade leve, mais complexidade e com a fruta tropical mais sentida. Final de boca longo e elegante.
À mesa juntou-se ao Arroz Carolino de Algas, Sacrocórnia Queimada e Bivalves (JR) numa ligação subtil e onde mais uma vez o conjunto saiu realçado.

QM HOMENAGEM RESERVA 2015 BRANCO | VINHO VERDE | 12,5% | PVP € 
ALVARINHO 
QUINTAS DE MELGAÇO, AGRICULTURA E TURISMO, SA 
17,5
Cor amarelo citrino, aspecto límpido, com nuances palha seca, aspecto jovem. Nos nariz a boa intensidade dos aromas a frutos citrinos, alguma laranja, tangerina, flores brancas, com notas de estágio em barrica bem ligadas, carga mineral e muita frescura. Na boca, de sabor característico da casta, de corpo cheio, acidez no ponto, volume de boca, barrica contida e a caminho da integração completa. Final de boca longo e persistente.
Com o Imperador dos Açores no prato Descobrimentos (VM) mostrou toda a sua capacidade para desafios mais complexos à mesa. 
QM NATURE 2016 BRANCO | VINHO VERDE | 12,5% | PVP 15,90€ 
ALVARINHO 
QUINTAS DE MELGAÇO, AGRICULTURA E TURISMO, SA 
17
Cor amarelo citrino, nuances esverdeadas, aspecto límpido e brilhante. No nariz continua a mostrar-se a fruta citrina, a fruta de polpa branca, com algum fruto exótico e temperada com notas de sensação de água a correr, a fazer rolar a pedra na margem, com leve tisana e de muita frescura. Na boca causa primeiro impacto pela sua tensão e nervo, de acidez acutilante, a fazer salivar, com a fruta citrina a fazer a sua marca, final de boca longo e cheio de força. Um reprovar destes vinho e uma confirmação da sua longevidade. Parece que acabou de sair.
O único prato de carne ficou-lhe reservado, mas não lhe virou a cara. A Arouquesa, Batata Olho de Perdiz, Cogumelos, Tutano e Acelga (JR) mostrou que o Alvarinho é uma casta versátil nos vinhos que de si resultam e nos pratos que acompanha à mesa.

QM ALVARINHO VINDIMA TARDIA 2016 BRANCO | VINHO VERDE | 12,5% | PVP 29€ 
ALVARINHO 
QUINTAS DE MELGAÇO, AGRICULTURA E TURISMO, SA 
17
Cor âmbar novo, ligeiramente mais escuro, aspecto limpo. No nariz mostra-se a casca de laranja cristalizada, as notas de melaço, algum figo seco, alperce em passa, intenso e envolvente.  Boca com volume, cremosidade,  com notas de uva passa, fresco, ligeiro chá com limão e mel, citrino, tangerina, casca de laranja, com bela frescura mineral e final de boca longo.
A sobremesa, um Tributo Ao Abade De Prisco (VM), juntou-se-lhe na perfeição.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails