Mostrar mensagens com a etiqueta Tinta Roriz. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Tinta Roriz. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 30 de Junho de 2014

Casa da Passarella O Brazileiro 2013 Rosé

Características
Tipo: Vinho Rosé
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Região: Dão
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: O Abrigo da Passarella
Preço: 4€ vap

Nota de Prova
Nova colheita deste vinho rosado, a segunda sob a etiqueta de "O Brazileiro", e que vem mesmo a calhar em momento de Mundial de Futebol. A fórmula é a mesma. Um rosé que cor rosa muito claro, a fugir ao rosa mais intenso tão habitual, que prima pela frescura da fruta vermelha no nariz bem ligada a um traço mineral perfeito para este tipo de vinho. Na boca temos elegância, de mão dada com uma acidez que nos seca a boca e nos cativa a continuar e a picar qualquer coisa enquanto o bebemos. Sem dúvida que continua a ser um dos meus rosés de eleição não só por este perfil seco, fresco e vivaço, mas também pelo seu preço que também trás frescura à carteira. Um relação qualidade-preço fantástica.

Classificação: 86/100

terça-feira, 24 de Junho de 2014

Uvas Castas 2008 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Alfrocheiro, Aragonez
Região: Vinho de Mesa
Teor Alcoólico: 14%
Produtor: Henrique José de la Puente Uva / Mingorra
Preço: 21€ vap

Nota de Prova
Que casamento tão pouco habitual e tão foragido da lei fui encontrar neste Uvas Castas de Henrique Uva. O Douro e o Alentejo deram as mãos e contra a vontade dos legisladores do vinho uniram castas e fizeram nascer este vinho que, por assim ser, foi classificado como vinho de mesa. Um número baixo de garrafas produzidas, talvez para um nicho de mercado que procura qualidade, procura encontrar bom vinho, seja ele etiquetado com este ou aquele rótulo. Apresenta cor rubi, de média concentração, de aspecto limpo e atractivo. No nariz surge com intensidade a fruta vermelha e preta madura, alguma compota, mas sem fugir de uma fina elegância e frescura não esperadas, com boas notas especiadas, algum cacau e ligeiro vegetal. Boca suave, corpulento, espesso, sem dúvida que é para durar. Complexo e ainda com muita garra e juventude. Final de boca longo e persistente.

Classificação Pessoal: 85/100

sexta-feira, 20 de Junho de 2014

Quinta dos Lobatos 2012 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Tinta Roriz, Touriga Franca e Tinta Barroca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13,5%
Produtor: Sociedade Agrícola Quinta do Javali, Lda
Preço: 10€ vap

Nota de Prova
Este é um vinho que na prateleira engana. A mim enganava com certeza. Já o disse e volto a repetir. Alterem-lhe o rótulo. Um vinho que devido à sua qualidade e preço não pode ficar escondido por trás de um rótulo tão escuro e pouco chamativo. Quanto ao vinho este apresenta cor rubi de média intensidade, mais concentrado no núcleo e mais violáceo no bordo do copo. No nariz surge a fruta silvestre madura, como a amora, e algum fruto preto de árvore como a ameixa preta, algumas notas mais compotadas bem ladeadas por toques frescos de algum vegetal, alguma esteva, giesta, xisto molhado, mineral e refrescante. Boca onde, apesar da fruta madura dominar o conjunto, não deixamos de ter um vinho equilibrado com muita frescura, com taninos polidos, em modo ready e pronto a beber. Final de boca longo e fresco..

Classificação Pessoal: 88/100

sábado, 24 de Maio de 2014

Primeira Paixão 2013 Rosé

Características
Tipo: Vinho Rosé
Castas: Touriga Nacional Complexa, Merlot, Syrah e Tinta Roriz
Região: DOP Madeira
Teor Alcoólico: 12%
Produtor: Paixão do Vinho, Lda
Preço: 8,50€ vap

Nota de Prova
Um projecto que dá os primeiros passos, nascido por Paixão ao vinho e vindo de uma região da qual estamos mais habituados a beber os seus fortificados. Engraçamos com o nome e com o rótulo, que apesar de se estranhar ao inicio, marca-lhe uma certa identidade e sobressai em qualquer prateleira. Apresenta cor rosa intenso, vermelhão, aspecto limpo e cativante.No nariz Aromas intenso a fruta vermelha fresca, framboesa, alguma cereja madura, toque mineral e fresco. Na boca somos assaltados por uma acidez estaladiça, sumarenta, muita toranja, perfil leve e fresco. Sabe mesmo a verão. Parceiro ideal para um sushi ou um grelhado no carvão de peixe branco. Por enquanto apenas se encontra à venda na Madeira.

Classificação: 85/100

segunda-feira, 12 de Maio de 2014

Quinta da Falorca Garrafeira 2004 Vinhas Velhas Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz
Região: Dão
Teor Alcoólico: 14,5%
Produtor: QVE - Sociedade Agrícola de Silgeiros, SA
Preço: 37€ vap

Nota de Prova
Este é um vinho de 2004, habitualmente referenciado com vinho velho, mas que está novo e pujante de vida como alguns de anos recentes não conseguem estar. Arrisco-me a dizer que ainda não será o melhor momento para ir buscar tudo quanto tem para dar. E olhem que tem muito e bom. Sem dúvida um companheiro de excelência à mesa, com gastronomia da região onde nasceu e que consegue facilmente passar do prato principal a uma sobremesa de queijo serrano ou mesmo um doce à base de chocolate. Cor de um rubi denso, retinto, opaco e fechado. Parece novo. Aromas com muita fruta preta bem madura, compota, alguma sugestão adocicada, florais bem colocados, notas de cacau e especiarias em perfeito equilíbrio. Complexo. Na boca surge vivaz, encorpado, com taninos seguros, bem presentes e com acidez no ponto. Conjunto muito equilibrado, com a fruta ainda sumarenta e com grande profundidade final. Falamos daqui a mais 5 anos.

Classificação: 93/100

segunda-feira, 3 de Fevereiro de 2014

Grandes Quintas Reserva 2009 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca (Vinhas Velhas)
Região: Douro
Teor Alcoólico: 14%
Produtor: Sociedade Agrícola Casa d'Arrochella, Lda
Preço: 15€ vap

Nota de Prova
Saber esperar é uma virtude. E quem espera sempre alcança. Feito a partir de vinhas velhas (80%), onde predominam as tradicionais Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca, este Grandes Quintas Reserva fez-se ainda maior do que era no ano do seu lançamento. Muito se falou na altura das poucas diferenças entre o Reserva e o colheita 2009, mas hoje as diferenças são mais do que evidentes. O descanso em garrafa só lhe fez bem. Continua jovem de cor, intenso e carregado. Aromas onde a fruta madura e as notas florais estão mais unas e onde o estágio em madeira parece agora mais integrado. Belos especiados e uma frescura surpreendente. Na boca mostra-se cheio de vida, corpulento e com estrutura. A fruta fresca continua por cá e muito bem ligada com a madeira, as especiarias, a frescura mentolada de um final persistente e sempre presente. Saibam esperar, saibam esperar.

Classificação: 91/100

domingo, 24 de Novembro de 2013

Quinta da Soalheira 2010 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Tinto Cão
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Sociedade dos Vinhos Borges, SA
Preço: 5,55€ vap

Nota de Prova
Tinto duriense de cor rubi intensa, concentrado no núcleo e com nuances violeta bem marcadas. No nariz boa intensidade dos frutos vermelhos e pretos bem maduros, alguma amora silvestre, ameixa preta, com notas florais discretas, sem marcar demasiado, com boa notas toffee e com frescura final. Muito equilíbrio. Na boca temos o Douro mais quente, entrada com força, vivaz, taninos macios, aveludados, com bom volume de boca e com a fruta preta fresca a notar-se bem. Caminha para um final de bom comprimento e a puxar por comida. Muito gastronómico e versátil.

Classificação: 87/100

quarta-feira, 6 de Novembro de 2013

Lello 2010 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Sociedade dos Vinhos Borges, SA
Preço: 3,48€ vap

Nota de Prova
De cor rubi, ligeiro granada de média concentração, com bonitos violetas e de aspecto límpido. No nariz boa intensidade da fruta vermelha madura, algumas notas de amora silvestre, nuances florais e vegetais subtis com bom toque de frescura. Na boca está pronto a beber, polido, algum corpo e boa acidez. Equilíbrio, frescura e muito directo. Final de boca de média duração. É sem dúvida mais uma boa opção para um bom vinho para o dia a dia, com uma boa relação qualidade-preço. Acompanhou muito bem uma alheira de Mirandela.

Classificação: 80/100

quinta-feira, 3 de Outubro de 2013

Painel Reserva 2001 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Jaen e Tinta Roriz
Região: Dão
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Caves do Freixo, SA
Preço: 10,50€ vap

Nota de Prova
Para mim uma das grande surpresa de uma noite bem acompanhada. Logo pela sua cor. Rubi, concentrado e intenso, guardando os tonalidades violetas bem definidas. 2001? Não me terei eu enganado na garrafa? Pois não. No nariz está cheio de fruta vermelha e preta silvestre bem fresca, com notas florais, -violetas-, bem casadas com algumas notas especiadas e tosta muito leve. Na boca é um vinho com corpo, cheio, muito rico e toque cremoso. Com a fruta bem viva, boa acidez e a dizer que talvez não fosse já o momento. Final de boca longo, fresco e aveludado.

Classificação: 89/100

quinta-feira, 19 de Setembro de 2013

Somontes 2010 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Jaen e Tinta Roriz
Região: Dão
Teor Alcoólico: 14%
Produtor:  O Abrigo da Passarela, Lda
Preço:
3,80€ vap

Nota de Prova

Mais um boa opção vinda da região do Dão. A relação qualidade-preço é fantástica para um vinho que a este preço pode ser daqueles que optamos por beber no dia a dia. Apresenta cor rubi concentrada, intensa, quase que opaco. No nariz surge directo e harmonioso, com fruta vermelha madura, notas florais e fresco. Pronto a beber, com taninos macios, algum veludo, muita fruta fresca e equilibrado. Final de boca persistente. 

Classificação: 80/100

sábado, 31 de Agosto de 2013

Esteva 1986 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Francesa, Tinta Roriz e Tinta Barroca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 12,5%
Produtor: Casa Ferreirinha
Preço:
-€ vap

Nota de Prova

Permitam-me que fale um pouco acerca deste vinho. O que, segundo sei, terá sido o primeiro Esteva, fez aquilo que um bom vinho faz. Proporcionou conversa animada acerca dele e prazer a beber à mesa com pratos cá da nossa pátria. Um entrada de gama da Casa Ferreirinha que passou pela prova do tempo e mostrou estar ainda em boa forma. A cor denotava alguma idade, mas não a que realmente tinha. Os aromas ainda estavam com fruta presente, com notas de alguns terciários mas impecável. Na boca ainda vida, ainda história para contar e muito prazer para dar. Isto tudo com 12,5% álcool. Velhos são os trapos. Pena não haver mais...



Classificação: 88/100

terça-feira, 30 de Julho de 2013

Perdigota 2008 Reserva

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 14,5%
Produtor: Caves da Quinta do Pocinho, Unip., Lda
Preço: 4,99€ vap

Nota de Prova
Vem do Pocinho, das Caves do Pocinho, um reserva Douro por um preço apelativo e que não conhecia. Cor rubi, concentrado e intenso no núcleo, ligeiras nuances mais granada e violáceos no bordo do copo. No aroma muita especiaria, com álcool um pouco acima, fruta vermelha madura um pouco escondida no conjunto, toque floral e tostados presentes. Na boca a experiência melhora. Com taninos macios, embora um pouco verdes e com muita especiaria. A fruta aparece novamente escondida de inicio mais vai abrindo com o tempo. A sensação alcoólica não é tão evidente e há melhoras com o tempo de abertura e com a conjugação gastronómica, bem temperada.
Atenção à errata no rótulo: Região "demarcasa" do Douro.

Classificação: 79/100

sábado, 13 de Julho de 2013

Bafarela 17 2008

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 17%
Produtor: Brites Aguiar Lda
Preço: 20€ vap

Nota de Prova
O famoso Bafarela 17, com 17º teor alcoólico. Durante algum tempo andei curioso na procura deste vinho. Curiosidade. Queria provar. O Pedro Barata do Blog Os Vinhos fez-me a surpresa numa prova cega... que não me manteve cego durante muito tempo. Obrigado. Cor rubi concentrado, opaco, escuro, com aspecto espesso e denso. No nariz, mesmo a uma temperatura controlada mais baixa que o normal para um tinto, a intensidade da fruta preta bem madura não se faz de forma discreta, muita ameixa preta e amoras silvestres muito maduras, toques especiados e sensação alcoólica presente. Não esconde o seu teor alcoólico. Não se torna desagradável, mas está lá. Na boca, volumosa, densa, mastigável, a sensação do álcool desce um pouco, continua com notas muito intensas de ameixa preta e amoras silvestres, deixando notas licoradas e tostadas. Final longo, persistente, mas deixando sempre a marca pelo álcool. Sem comida é impossível. Com a gastronomia adequada sobe uns pontos.

Classificação: 80/100

quarta-feira, 10 de Julho de 2013

Quinta dos Poços Reserva 2005

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 14,5%
Produtor: Quinta dos Poços
Preço: 6,99€ vap

Nota de Prova
Desde que descobri esta casa à alguns anos atrás que fiquei fã dos seus rótulos. Não é portanto de estranhar que a primeira coisa que reparei foi no facto deste ter uma boa parte do rótulo coberto por autocolantes. Não o digo apenas para este caso. Coloquem o número de autocolantes que quiserem nas garrafas, mas não tapem a beleza dos seus rótulos. Cor rubi, intenso, concentrado e opaco. No nariz notas de fruta vermelha madura, fruta preta silvestre, boas notas tostadas, notas de café, algum toffee e especiarias leves, com notas de ligeiros químicos no final. Na boca taninos presentes, algo secos, álcool mais evidente a sobressair do conjunto, um pouco explosivo, com a fruta mais escondida e notas vegetais e especiarias em fundo. Final longo e persistente. Necessita de tempo de abertura, temperatura certa para os seus 14,5 de álcool e comida.

Classificação: 80/100

segunda-feira, 3 de Junho de 2013

Casa da Passarella O Brazileiro 2012 Rosé

Características
Tipo: Vinho Rosé
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Região: Dão
Teor Alcoólico: 13,5%
Produtor: O Abrigo da Passarella
Preço: 3,29€ vap

Nota de Prova
Este é um rosé que começa por cativar pelo rótulo e logo de seguida pelo contra-rótulo. Em período de Feira do Livro um contra-rótulo com uma pequena história, uma pequena introdução ao que vamos beber, um significado ao nome deste rosado, esqueçam o típico contra-rótulo onde se despeja palavras acerca do vinho. Estas são anteriores ao vinho. O vinho em si surpreendeu-me pela positiva. Um rosa claro, quase que poderei dizer um rosa bebé, com pouca concentração e de aparência leve. No nariz aromas de intensidade média, fruta vermelha fresca, morango e cereja madura, sensação de frescura com toque mineral e tudo muito delicado. Na boca a surpresa. Acidez repenicada e vibrante, vivaz, com alguma secura, bom volume e muito equilibrado. Perfil frutado , fresco e elegante a fazer esquecer aqueles rosés docinhos que com o subir da temperatura em copo se vão tornando chatos. Este crescimento em boca faz com que resulte desde a esplanada até à mesa com peixe branco grelhado ou saladas frias funciona muito bem. E o preço???? Onde o encontramos à venda por Lisboa?.

Classificação: 84/100

quarta-feira, 22 de Maio de 2013

Das Aveleiras 2009

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Nacional
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: QAVE, Lda
Preço: 6€ vap

Nota de Prova
Um pouco dentro do perfil do 2007. Sem surpresas, qualidade numa produção bastante pequena. Apresenta cor rubi concentrada, intensa e opaca no núcleo. Nuances violetas bem definidas nas extremidades, aspecto jovem. No nariz obtemos, com intensidade, o perfume da fruta vermelha e preta bem madura, das amoras silvestres e das ameixas pretas, compotas, com leves notas florais em fundo e toques de pimenta. Alguma complexidade num perfil notoriamente jovem. Na boca atento no volume e corpolência do mesmo, toque macio e untuoso, frutado, boa frescura e acidez equilibrada. Está pronto a beber e pronto a agradar. Final de boca longo e guloso. Mais um vinho muito interessante e pouco conhecido.

Classificação: 89/100

domingo, 12 de Maio de 2013

Quinta do Cerrado 2007 Reserva

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Jaen
Região: Dão
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: União Comercial da Beira, Lda
Preço: 6,99€ vap

Nota de Prova
O Dão necessita de tempo. Tempo para o polir, o melhorar com o descanso em garrafa. Cada vez mais fico agradado com os vinhos do Dão com tempo de garrafa. Este é apenas de 2007... é quase um jovem. A sua cor granada, intensa e concentrada, com violetas carregados escondem os anos ao olhar. No nariz aromas com boa intensidade a fruta vermelha e preta madura, toques florais, alguma especiaria e madeira em fundo. Na boca demonstra ainda muita vida, taninos polidos, macio e levemente untuoso, corpulento, com a fruta ainda fresca e nítida. Algumas notas vegetais no final de boca que ligam muito bem com o conjunto. Está cheio de vida. Final persistente.

Classificação: 85/100

sábado, 11 de Maio de 2013

Azinhate Reserva 2007

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 14%
Produtor: Hermínio Miguel Abrantes - Douro wines, Lda
Preço: 14,50€ vap

Agradecimento
Uma palavra de agradecimento à Hermínio Miguel Abrantes pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova
Cor rubi concentrado, intenso e opaco no núcleo. No nariz aromas muita fruta vermelha e preta madura, ameixa preta e amoras em destaque, alguma compota, toques florais e fundo com notas baunilhadas. Ainda com aromas muito jovens apesar do ano 2007 já ir um pouco longe. Na boca confirmo a juventude deste vinho. Raios! Se agora está assim mais um ou dois anos estaria perfeito. Taninos vivos, sólidos e marcantes, mas polidos. Pujante de vida. Muita fruta fresca, boa acidez e grande estrutura a suportar todo o vinho. Final de boca longo, longo longo. Uma aposta certa para a garrafeira.

Classificação: 90/100

quarta-feira, 8 de Maio de 2013

Quinta do Noval Colheita 1964

Características
Tipo: Vinho do Porto Colheita
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinto Cão and Sousão
Teor Alcoólico: 21%
Produtor: Quinta do Noval
Preço: 170€ vap

Nota de Prova
A expectativa é sempre grande quando um vinho deste é levado à mesa. Indagamos acerca do seu preço e do seu valor. Se estará em grande ou se será decepção. Quem abre? Cuidado com a rolha! Ainda só pelo gargalo busca-se uma sôfrega aspiração dos seus aromas. E ficamos sem palavras. O olhar e expressão facial costuma dizer tudo. Cor ambar, intensa e definida, com nuances castanho e esverdeados. No nariz a exuberância dos frutos secos misturado com notas de caramelo, fruta passificada, melaço e alguma cola cristal que não se desdenha. No palato cresce a toda a largura, corpulento e gordo. Untuoso ao toque, macio. com continuidade da fruta seca e das notas de caramelo. Um final para toda a noite. Sem dúvida uma grande colheita.

Classificação: 93/100

quarta-feira, 1 de Maio de 2013

Duorum 2011 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13,5%
Produtor: Duorum Vinhos Vinhos, SA
Preço: 9,99€ vap

Agradecimento
Uma palavra de agradecimento à Duorum Vinhos e à João Portugal Ramos pela atenção demonstrada para com o Blog Comer, Beber e Lazer na oferta para prova desta garrafa.

Nota de Prova
Desde o ano de 2008 que tem vindo a ser reconhecido como um dos grandes Douro a um preço baixo na sua relação com a qualidade. O ano de 2011 não foge a esta regra. Acabado de ser lançado para o mercado a um pvp aconselhado de 9,99€ consegue ficar muito acima no top da relação qualidade-preço. Cor rubi, vermelho, concentrado e opaco no núcleo, com bonitos reflexos de violetas jovens no bordo do copo. Estamos ainda a apreciar o aspecto visual e já os aromas intensos da fruta vermelha e preta madura inundam o espaço. As amoras silvestres, as ameixas pretas, bem maduras marcam a fase inicial da prova, depois continuamos com notas florais, notas tostadas e baunilhadas bem ligadas e ligeiro cacau. Aromaticamente complexo e desafiante. Na boca destaco a sua estrutura, corpo e taninos bem presentes. Macio no palato, com boa fruta, acidez equilibrada, um conjunto bem conseguido. Final de boca persistente e a primar pela frescura e elegância. Por certo sera também um boa escolha a sua guarda por algum tempo.

Classificação: 90/100

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails