quinta-feira, 8 de julho de 2010

Quinta da Aveleda - Penafiel

No passado dia 25 de Junho fiz uma visita à Quinta da Aveleda. Queria não só conhecer a Quinta pelos seus recantos idílicos e monumentos que aparecem nos rótulos dos seus vinhos Follies, como também conhecer mais acerca dos próprios vinhos desta produtora já com quatro séculos de vida.
A recepção por parte dos responsáveis da Quinta da Aveleda foi espectacular. De uma disponibilidade inexcedível quer na visita guiada pelos jardins da Quinta, quer depois nas provas efectuadas com o acompanhamento do Enólogo Manuel Soares na sala de provas profissional. O meu muito obrigado pela atenção.
 
A visita começou então por um passeio guiado pelo fabuloso jardim da Quinta da Aveleda. Parecia que estava num parque de Sintra tamanho verde e o estilo romântico observado em cada pormenor ou num cenário do filme Sonho de Uma Noite de Verão baseado na obra de Shakespeare. Desde o Eucalipto centenário, passando pela Casa do Guarda que parece ter sido habitada por duendes ou pela Torre das Cabras, tudo se confundia com uma verdadeira viajem no tempo. A Janela Manuelina com toda a sua imponência sob o Lago Grande onde também estava a Casa de Chá cheia de troféus de caça no seu interior. Marcante a Fonte de Nossa Senhora da Vandoma, com todo o seu cariz simbólico e místico assim como, logo de seguida, a Fonte das Quatro Irmãs que representa o ciclo da vida através do perfil das quatro irmãs nascidas em cada estação do ano. Por fim, a Casa da Família com toda a sua riqueza e beleza, ainda hoje utilizada para as férias dos donos da Quinta da Aveleda.
 
Passamos então à Sala de Provas Profissional da Quinta onde acompanhados pelo Enólogo Manuel Soares pudemos ficar a conhecer melhor alguns dos vinhos da Quinta e alguma da história e presença vínica da Aveleda em Portugal e no Mundo. Começamos pelos Vinhos Verdes Casal Garcia, Quinta da Aveleda 2009 e o Rosé Casal Garcia. Este último surpreendeu-me pelos seus aromas extremamente frutados a framboesa e morango. Parecia estar na presença de um qualquer sumo de fruta. Muito agradável. De seguida continuamos nos verdes com os Follies Alvarinho e Alvarinho/Loureiro. Um salto em frente nos aromas, equilíbrio e complexidade dos vinhos em relação aos provados anteriormente. E por fim, os tintos com os Follies Touriga Nacional e Touriga Nacional / Cabernet Sauvignon. Embora de uma região que não costumo preferir, o monocasta Touriga Nacional estava um vinho de muito boa qualidade e que me agradou desde a cor e aromas até ao final prolongado e bastante frutado.
 
Aconselho vivamente a visita à Quinta da Aveleda. Se não gostar de vinho, de certeza que gostará dos jardins e se o passeio não for a sua onde de certeza que não resistirá a um copinho de um verde bem fresquinho.

8 comentários:

  1. A quinta é lindíssima e muito bem preservada. Vale a pena um desvio para uma visita a quem for para aqueles lados.
    Obrigada pela forma como fomos recebidos. Para além da beleza do lugar aprendi bastante sobre a história da quinta e sobre os seus vinhos.

    ResponderEliminar
  2. Olá

    Eu também estive nesta visita e sou daquelas que a prova dos vinhos passou ao lado pois não bebo. Mas fiquei encantada com a visita pelo jardim, vale mesmo a pena ir conhecer.

    Obrigada por esta oportunidade.

    ResponderEliminar
  3. Recomendo a visita a esta quinta, é simplesmente espectacular, desde as estatuas, as casas antigas e o jardim que é fenomenal.
    Agradeço também a hospitalidade e o profissionalismo do enólogo da casa.
    Excelentes vinhos.

    ResponderEliminar
  4. Passei por lá ontem, achei simplesmente espectacular, os jardins são qualquer coisa de monumental, as plantas , as árvores seculares, a casa de familia e a adega, vale a pena, Portugal é lindo, temos grandiosos tesouros no nosso pequeno mas grande Portugal.

    ResponderEliminar
  5. Na quinta da aveleda pode-se tirar fotos ou filmar?

    ResponderEliminar
  6. Sim. É possivel fotografar e filmar.

    ResponderEliminar
  7. Olá boa noite alguém sabem informar o preço da visita à quinta e da prova de vinhos?

    ResponderEliminar
  8. Boa Tarde,
    Informamos que a visita guiada tem a duração de cerca de uma hora e que a mesma tem a possibilidade de terminar ou não, com prova de vinhos e queijos.
    Os horários para visita guiada são os seguintes (até fim de Outubro): 10h00, 11h30, 15h00 ou 16h30. Mediante marcação prévia.
    O custo irá depender da prova que o cliente escolher para o final, pelo que solicitamos sempre que entrem em contacto, de forma a podermos analisar melhor o que o cliente pretende. Poderão fazê-lo por email para enoturismo@aveleda.pt ou para info@aveleda.pt ou ainda por telefone, através do número 255 718 242.

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails