quinta-feira, 22 de julho de 2021

Castelo de Borba Antão Vaz 2020 Branco

CASTELO DE BORBA ANTÃO VAZ 2020 BRANCO | ALENTEJO | 13,5% | PVP  4,99€
ANTÃO VAZ
ADEGA COOPERATIVA DE BORBA, CRL
15,5
 
Da colheita de 2020 mais um branco da Adega Cooperativa de Borba feito 100% a partir da casta branca Antão Vaz, revelando aptidão para o dia-a-dia mais acelerado com uma relação custo-beneficio elevada.
Cor amarelo citrino intenso, tonalidade esverdeada, aspecto jovem e brilhante. Aromas a futo tropical maduro, abacaxi e papaia em destaque, com o tempero citrino das notas de tangerina e casca de laranja, directo e cativante. Na boca destaque para a boa acidez e para a boa fruta sumarenta e madura, perfil leve, equilibrado e com final de boca longo.
Boa escolha para peixe branco grelhado, mariscos cozidos ou saladas que rimem com "verão".

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Casa do Capitão-Mor Alvarinho Sobre Lias 2016 Branco

CASA DO CAPITÃO-MOR ALVARINHO SOBRE LIAS 2016 BRANCO | VINHOS VERDES | 12,5% | PVP  29€
ALVARINHO
QUINTA DE PAÇOS SOC. AGRÍCOLA, LDA
17,5

A surpresa chegou num Alvarinho que estagiou 34 meses (2 anos e 10 meses) em borras finas e com estágio parcial em barrica.  Rico, complexo, atraente e verdadeiramente apaixonante. Um valor acrescido à mesa, com uma versatilidade enorme, desde os pratos de peixe com alguma gordura e complexidade, até sobremesas e queijos de pasta mole. 
Cor amarelo amarelo palha intenso, com tonalidades douradas, aspecto límpido e brilhante. Aromaticamente rico e complexo, com notas de fruta, pera rocha madura, lichias, maça amarela, um citrino bem ligado, limão com mel, perfumado de flores brancas, pedra lascada. Boca com textura e volume, untuoso ao toque, com uma entrada aparentemente mais adocicada bem equilibrada pela sua acidez firme que nos vai secando, paulatinamente, a boca conduzindo à boa fruta encontrada no nariz, à sua riqueza e harmonia terminando longo e persistente.
Vai continuar a ser uma boa opção para guarda.

terça-feira, 20 de julho de 2021

Baltis Passito 2017 Branco

BALTIS PASSITO 2017 BRANCO | DOK MALTA | 14% | PVP  27€
MOSCATEL
MERIDIANA WINE ESTATE
16,5
 
Provavelmente, estou praticamnete certo que assim será, este é o primeiro vinho de bebo vindo de Malta. O destino apresentou-me um passito, um vinho doce, não fortificado, feito 100% a partir da casta Moscatel que depois de colheita é desidratada ao sol. Qual a variedade especificamente? Moscatel de Malta? Vou seguir esse caminho.
Cor amarelo palha, com tonalidades douradas, sem excesso de cor, aspecto límpido e jovem. No nariz mostram-se, com grande exuberância, as notas de fruta passificada, figo seco, uva passa e alperce seco, com algum melaço em fundo, citrino revigorante e equilibrador, mesmo assim mostrando ao que vamos. Boca com algum corpo e textura, ludribiando as nossas expectativas para um embate de densidade e utuosidade acima da média, acidez no ponto, notas citrinas que não se escondem, mas que se envelvem bem no conjunto e alegram o vinho, com final de boca longo e fresco.
À mesa com a sobremesa, prato de fruta tropical laminada, sorbet de limão ou de tangerina ou, na minha opinião bem mais satisfatória, uma ligação com um prato de entrada, um naco de foie gras ou umas iscas de cebolada, com a cebola bem caramelizada. 

segunda-feira, 19 de julho de 2021

Quinta de Cidrô Chardonnay 2018 Branco

QUINTA DE CIDRÔ CHARDONNAY 2018 BRANCO | DOURO | 13,5% | PVP  15€
CHARDONNAY
REAL COMPANHIA VELHA
17,5
 
Corria o ano de 1996 quando a Real Companhia Velha criou um departamento de experimentação vínica, ao qual deu o nome de Fine Wine Division (FWD). Daqui nasceu, também na mesma data, o primeiro Chardonnay deste produtor de vinhos do Douro e Porto. Pela sua história, estórias e consistência, o Quinta de Cidrô é considerado um dos, se não o mais famoso Chardonnay de Portugal. 
Este Quinta de Cidrô Chardonnay é um branco que impressiona pela sua concentração e intensidade, exibindo uma complexidade de aromas tropicais, harmoniosamente integrados com ligeiras nuances de madeira e notas amanteigadas. Com uma excelente acidez, é um vinho refrescante e muito equilibrado, com um final de boca longo e persistente.
Este 2018 é a colheita que está atualmente no mercado.
Cor amarelo definido, com tonalidade aloirada, reflexos dourados, aspecto límpido e brilhante. No plano aromático revela-se intenso, grande concentração, com o fruto tropical bem casado com o fruto de caroço, abacaxi, maça amarela, pera madura e pêssego, leve tempero floral e especiado, amanteigados em fundo, num conjunto que se apresenta com muita frescura. Na prova de boca destaque para o seu volume e textura,  alguma volúpia e untuosidade, cheio, com uma acidez salivante, que lhe dá muita vida, fruta de qualidade, harmonioso, terminando longo, elegante e até mesmo algo guloso.
Um grande branco para a mesa, peixes mais gordos, carne de porco com alguma gordura e queijos de pasta mole de média intensidade a fortes.

sábado, 17 de julho de 2021

Montes Claros 2020 Branco

ADEGA DE BORBA 2020 BRANCO | ALENTEJO | 13,5% | PVP  4,90€
ANTÃO VAZ, ARINTO, ROUPEIRO, ALVARINHO
ADEGA COOPERATIVA DE BORBA, CRL
15,5
 
Uma opção qualidade-preço bastante vantajosa, com bastante adaptatividade à mesa, aos pratos mais habituais do nosso verão, com boa fruta e acidez, descomplicado e atrativo.
Cor amarelo citrino intenso, tonalidade esverdeada, aspecto jovem e brilhante. No nariz descata-se a fruta, tropical e de polpa amarela maduras, com citrinos pontuais e bem medidos, fresco e atrativo. Na boca segue o mesmo caminho, com a fruta citrina sumarenta a assumir mais  protagonismo neste plano, volume de boca interessante, alguma untuosidade temperada com boa acidez, frescura e elegância terminando longo e persistente.. Uma opção muito bem conseguida para o consumo do dia a dia.
Esta referência apenas disponível para o sector da restauração e em garrafeiras especializadas.

terça-feira, 13 de julho de 2021

Casa do Capitão-Mor Alvarinho 2019 Branco

CASA DO CAPITÃO-MOR ALVARINHO 2019 BRANCO | VINHOS VERDES | 13,5% | PVP  9,50€
ALVARINHO
QUINTA DE PAÇOS SOC. AGRÍCOLA, LDA
16,5

O Alvarinho de Monção e Melgaço mais uma vez a fazer das suas. Embora ainda seja um produtor que tenho estado a descobrir, o facto é que facilmente nos desperta a curiosidade e a atenção pela sua fruta de qualidade, pelo seu perfil mineral que não se esconde e pela sua elegância, equilibrio e definição bem torneada.
Cor amarelo citrino com tonalidade esverdeada, aspecto límpido, jovem e brilhante. No nariz revela a fruta num ponto óptimo de frescura, com apontamentos citrinos bem medidos, algum tropical a acompanhar, toque de flor branca, perfil mineral bem vincado com notas de pedra molhada, pedra lascada, fresco. Boca com algum volume, com acidez muito bem medida, no ponto, fruta citrina e alguma maça verde, mostrando novamente o lado mais mineral, terminando longo e fresco, muito fresco.
Ideal para os dias mais quentes, se há mesa juntar o marisco cozido, os pratos de peixe sem grandes complexidades, embora possamos ir para além peixe branco grelhado.

segunda-feira, 12 de julho de 2021

Lagoa Reserva 2018 Branco

LAGOA RESERVA 2018 BRANCO | ALGARVE | 13% | PVP  6,90€
CRATO BRANCO
ÚNICA - ADEGA COOPERATIVA DO ALGARVE
16

Chegado do Algarve, este Dop Lagoa mostra um perfil com muita vivacidade, acidez vivaz, fina e um bouquet aromático com alguma complexidade. Feito 100% a partir de Crato Branco, também conhecida por Síria nas regiões do interior de Portugal, revela-se fresco, elegante e com um traço salino bem interessante.
Cor amarelo intenso e definido, tonalidade palha, aspecto límpido. Nariz com notas de fruta amarela madura, fruta de pomar, maça reineta, citrino em fundo, presente, com alguma nota de oxidação, cera de abelha, um salino peculiar, fresco. Boca com volume e largura, com acidez fina, acutilante, macio, fruta citrina, toranja, final de boca longo. 
O peixe com alguma gordura, em receitas com alguma complecidade, como por exemplo, uma cataplana de peixe e mariscos, fará uma companhia acertada. Queijos de pasta mole também são aconselhados.