terça-feira, 28 de julho de 2015

Palácio da Brejoeira | O Alvarinho e o Património

O Palácio da Brejoeira, verdadeiro ex-libris da região de Monção e do vinho produzido a partir da casta Alvarinho,  foi mandado construir no inicio do século XIX por Luís Pereira Velho de Moscoso, um abastado morgado, fidalgo da Casa Real e cavaleiro da Ordem de Cristo. A obra iniciou-se em 1806 e apenas 28 anos depois estaria concluída.

Alguns anos mais tarde, em 1901, com o Palácio em ruínas, é adquirido por um importante comerciante da cidade do Porto que, para além de recuperar o Palácio, constrói a Capela, o Teatro, o Jardim de Inverno, colocando a rede eléctrica e iniciando a construção/plantação do Bosque que rodeia o Palácio, do Lago e das Grutas.

Na década de 30 a propriedade muda novamente de mãos sendo adquirida pela família que actualmente ainda é residente no Palácio. Hermínia de Oliveira Paes, reestrutura toda a propriedade e procede à plantação e à comercialização do bem conhecido vinho de casta Alvarinho, o Palácio da Brejoeira.

A visita ao interior do Palácio, possível desde 2010, é uma verdadeira aula de história não só da família, mas de Portugal e da Arte. Verdadeiramente espantoso como se conseguiu trazer até aos dias de hoje, com um elevado grau de conservação, toda uma variedade de objectos que poderiam estar perdidos para sempre. Como não é possível fotografar o interior do Palácio deixo o link para a galeria oficial do mesmo.

Os Jardins e o Bosque circundante são de uma riqueza notável. Fazem lembrar algumas zonas da Serra de Sintra, do Parque da Curia ou da Quinta da Aveleda. Estes completam-se ainda por uma área de 18 hectares de vinha, em exclusivo com a casta Alvarinho, e com uma Adega Velha, com uma parte que hoje serve como espaço de exposição de antiga maquinaria relacionada com a produção do vinho.

Mais uma vez somos deixados de boca aberta com o estado de cada objecto e com a minúcia com que cada "cantinho" nos é apresentado e descrito. A visita é sempre efectuada por um guia profissional o que valoriza a visita.

Esta não é, no entanto, uma visita tipicamente para amantes do vinho. Neste momento, o Património parece ter bastante mais importância em toda a visita do que propriamente o vinho. As vinhas e a Adega são incorporadas em toda uma caminhada que aponta para a História, para a valorização do Património e para o valor do conjunto.
A prova do vinho no final da visita ou mesmo durante a visita será um must a adicionar e que agora não existe. Estranho nem sequer a sugestão da mesma ainda que fosse necessário o pagamento de um valor extra e, nesse caso, a prova ficaria à consideração do visitante. No entanto, é possível a comprar os vinhos e outras recordações no final da mesma.

___________________________________________
PALÁCIO DA BREJOEIRA
Palácio da Brejoeira - Viticultores, SA
Pinheiros 4950-660 MONÇÃO - PORTUGAL
Telefone: +351 251 666 129
Mail: recepcao@palaciodabrejoeira.pt 

Aberto ao público de Terça a Domingo das 09:30h às 12:00h e das 14:00h às 17:30h
Visita ao interior do Palácio, Capela, Jardins, Vinhas e Adega Antiga.
3€    | Bosque, Vinhas e Adega Antiga
5€    | Palácio, Jardins e Capela
7,5€ | Visita Completa

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails