quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Quinta da Pacheca | Chefs Philippe Renard e Carlos Pires Harmonizam Gastronomicamente o Novo Pacheca Superior Branco 2014

A Quinta da Pacheca, propriedade histórica no Douro, foi uma das primeiras a engarrafar vinhos com a sua própria marca e a beneficiar de uma localização única.
Com cerca de 54 hectares de vinha que se estende até ao Rio Douro, hoje, para além da produção de vinhos DOC Douro e vinhos do Porto, conta também com uma oferta integrada ao nível do Enoturismo onde a gastronomia desempenha um dos papéis fundamentais para o sucesso da mesma. aliado ao Pacheca The Wine House Hotel, recentemente remodelado e que mistura história e alma com um estilo moderno e sofisticado. .
Sempre reconhecida com uma das Quintas do Douro que melhor sabe receber os amantes do vinho esta foi sem dúvida a oportunidade ideal para a ficar a conhecer melhor.

Chegar à Quinta da Pacheca é relativamente fácil. Privilegiada pelos excelentes acessos rodoviários, a viagem termina com a entrada na Quinta por um frondoso portão e por uma centena de metros de estrada calcetada até às casas da propriedade. Verdadeiro ambiente idílico que agora conta com uma oferta global que compreende os Vinhos, visita à Adega, Loja aberta ao público, Hotel e Restaurante num só espaço.

Para além do espaço envolvente, destaco a visita à adega. Um espaço também aproveitado para eventos, mas que respira Douro e Vinho do Porto. As barricas e toneis alinhados, as garrafas que marcam os anos de colheitas inesquecíveis, o chão, o cheiro e a frescura que paira no ar que se respira é todo um momento solene.

Viver um pouco da históra desta casa é também percorrer estes passos e conhecer o passado para compreender melhor o presente e o futuro da mesma. E este é o local perfeito para se ouvir um pouco da história da casa.

Mas o dia era dedicado ao menu de degustação preparado a quatro mãos pelos chef Philippe Renard, «estrelado» Michelin do hotel parisiense Lutetia, e por Carlos Pires, chef de cozinha residente da Quinta da Pacheca, para apresentação do novo Pacheca Superior Branco 2014.

Philippe Renard, 46 anos, é o Chef de cozinha do prestigiado Hotel Lutetia, situado em Paris. Sofisticado, com um estilo art deco o restaurante do Lutecia é um dos mais prestigiados de França e oferece uma brasserie tradicional e uma grande diversidade gastronómica. Revestidas de grande carácter e exclusividade, as criações do chef Renard já lhe valeram estrelas Michelin e um lugar de destaque no panorama gastronómico, não só francês, mas europeu.
Carlos Pires é o Chef residente do restaurante do The Wine House Hotel, propriedade da Quinta da Pacheca, que recebeu este ano os prémios «The Best of Wine Tourism» e de «Melhor Enoturismo do Ano» pelo guia Boa Cama Boa Mesa. Os típicos sabores durienses com um toque sofisticado são a imagem de marca deste chef de cozinha.

A experiência gastronómica e vínica que fundiu o melhor de duas cozinhas de grande tradição, começou com o Atum, Espargos, Presunto Crocante e Pistácios Torrados do Chef Philippe Renard. Um prato verdadeiramente delicioso a fazer notar a elegância e mineralidade do vinho e no palato a fruta citrina e grande equilibrido de acidez.

Seguiram-se os pratos com a assinatura do Chef Carlos Pires que, não estando aqui com meias palavras, surpreenderam os convivas à mesa. Começando por este Ovo de Meia Cozedura e Foie Gras em Molho de Cogumelos verdadeiramente no ponto.

De seguida, a Garoupa em Cama de Puré de Ervilhas Aromatizado com Azeite de Trufas e Legumes Braseados excepcional.
O PACHECA SUPERIOR 2014 BRANCO fez companhia aos três prato de forma ímpar. Produzido a partir das castas Gouveio, Viosinho, Códega do Larinho e Fernão Pires, este néctar de 12,5% de álcool, apresenta-se de cor amarelo citrino, jovem, de aromas citrinos, muito elegante e fresco, ligeiro toque floral e até exótico num fundo mineral envolvente. Na boca surge com alguma untuosidade e corpo, com perfil frutado e de grande equilíbrio onde as notas do estágio em madeira se encontram já bem ligadas. Final persistente para um branco gastronómico e prazenteiro.
Encontra-se à venda ao público por cerca de 8€.

Lugar à sobremesa e aos Portos da casa. Inicio com o PACHECA 2013 VINTAGE que ainda não se encontra no mercado, mas que mostrou estar já preparado para para acompanhar um prato de queijos com frutas silvestres e figos da região.

O PACHECA 30 e 40 ANOS fizeram depois a ligação a um triptico de sobremesas digno de arruinar qualquer tipo de dieta. Uma verdadeira loucura que me diz que hei-de regressar a este Restaurante e que ainda irei ouvir falar muito e bem acerca deste jovem Chef português.


QUINTA DA PACHECA
Rua do Relógio do Sol, 261
Cambres 5100-424 LAMEGO
Telefone: +351 254 331 229
Email: comercial@quintadapacheca.com; enoturismo@quintadapacheca.com

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails