quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Sanchas à Carviçais

Photobucket
As Sanchas são uma espécie de míscaro ou cogumelo que nasce nos pinheirais, nas zonas húmidas de musgos, entre estevas e giestas. Assim que caem as primeiras chuvas no Outuno é vê-los saltar da terra!
Ora, sabendo muito bem disto, pedi aos meus Pais que quando viessem da apanha da azeitona tentassem apanhar alguns para que os pudesse cozinhar. E assim foi. Uma delicia gastronómicas do norte de Portugal e que aqui descrevo com alguma pronúncia de Carviçais pois foi a minha mãe que me passou a receita.

Preparação:
Limpam-se e lavam-se muito bem as Sanchas, para as libertar da terra e de outras sujidades. Prepara-se um estrugido com azeite, alho e cebola picados e uma dois a três tomates bem maduros. Coloca-se um pouco de chouriça e presunto, partidos aos quadrados no estrugido e deixa-se alourar. De seguida, partem-se as Sanchas aos bocados. Pode-se aproveitar o pé, mas eu usei apenas o chapéu da Sancha. Deitam-se no estrugido que deve ter muito pouca água ou nenhuma e deixa-se apurar com o tacho tapado. Tempera-se de sal a gosto e vai-se acrescentando com água fervente para fazer a calda. Deixar apurar muito bem. Assim ficou e assim os comi à gula e só com pão. Estavam deliciosas.
Em Carviçais costumam cormer-se com batatas ou arroz, mas eu gosto é mesmo assim. Só a deliciosa da Sancha.

3 comentários:

  1. Estavam deliciosas!! Até me começo a salivar só de pensar. Também já comi com batata, mas assim são mto melhores.
    Jokas

    ResponderEliminar
  2. Mas o teu blogue é uma absoluta maravilha! Se eu gosto de Cartuxa e de Coelho Assado no Forno! São a prova da existência de Deus!
    Excelente Ano Novo para ti, Janeiro, neste Janeiro chuvoso mas apetitoso!
    Abraço,
    maria

    ResponderEliminar
  3. Hoje foi dia de degustar pela 1ª vez Manz Platónico.O seu vinho é dos Deuses e das Deusas e andam fadas a cuidar das uvas...

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails