terça-feira, 7 de abril de 2020

Tons de Duorum 2017 Tinto

TONS DE DUORUM 2017 TINTO | DOURO | 13,5% | PVP  4,49€
TOURIGA FRANCA, TOURIGA NACIONAL, TINTA RORIZ
DUORUM VINHOS, SA
15,5

O reflexo do sol no Rio Douro, que origina as diferentes tonalidades nas vinhas, foi o que inspirou a escolha do nome deste vinho: Tons de Duorum. Um Douro Superior para o dia a dia que não desilude e que mostra grande versatilidade à mesa. Cor vermelho rubi intenso, média concentração, aspecto limpo e jovem. Nariz exuberante, fruta vermelha e preta madura, amoras silvestres, cereja preta e ameixa, floral equilibrado, cativante.  Na boca está pronto a beber, corpo médio,  com a fruta vermelha bem nitida, sumarento, equilibrado, de tanino polido, macio e sem pontas soltas. Termina longo e com muita frescura.

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Vinalda Wine Experience 2020 - Os Espumantes

O Vinalda Wine Experience deste ano trouxe aos presentes a prova de alguns dos melhores vinhos do seu portefólio. 
A prova foi distribuída por seis momentos, seis flights que mostram a riqueza e qualidade dos produtores que a Vinalda representa. Assim, devidamente comentados pelos seus enólogos e servidos por alguns dos melhores sommeliers nacionais, a velocidade da prova realizou-se em ritmo de cruzeiro, com as temperaturas dos vinhos controladas e com o serviço de copos a condizer. Parabéns a toda a organização.
O primeiro momento deu a provar cinco espumantes. Douro, Vinhos Verdes, Beira Interior e Bairrada fizeram-se representar num patamar de elevada qualidade.

QUINTA VALE D'ALDEIA ESPUMANTE BRUTO NATURAL 2014 BRANCO | DOURO | 11,5% | PVP 31€
VIOSINHO, RABIGATO
QUINTA VALE D'ALDEIA, SA
17
Cor amarelo citrino, bolha fina e persistente, com nariz intenso, a mostrar notas de fruta citrina e amarela de caroço, fruta seca torrada e ligeiros tostados a compor, a revelar um lado pedregoso, mineral. Na boca surge delicado e elegante, boa mousse, leve, acidez equilibrada, persistente, com longo final de boca.

DOM PONCIANO ESPUMANTE BRUTO NATURAL GRANDE RESERVA 2013 BRANCO | VINHOS VERDES | 12,5% | PVP 25€
ALVARINHO
RE VINHOS E DERIVADOS UNIPESSOAL, LDA
17
Cor amarelo citrino, aspecto limpo, com bolha muito fina e cordão contínuo e persistente. Aromas frutados, maracujá, pera, fruto citrino, pedra lascada, elegante. Na boca mostra leveza, espuma elegante, envolvente, a mostrar novamente boa fruta, ligeiro travo herbáceo e com término de boca longo e persistente.

QUINTA DO CARDO ESPUMANTE BRUTO NATURE 2014 BRANCO | BEIRA INTERIOR | 12,5% | PVP 25€
TOURIGA NACIONAL
AGROCARDO, SA
17,5 
Cor ligeiramente adamada, acobreada, bolha muito fina e persistente. No nariz marca a elegância e o equilíbrio, muita finess nas notas mais florais, com alguma fruta vermelha bem medida, tostados finos, algum brioche, panificação. Na boca mostra um perfil seco, que perdura, que limpa o que for preciso, espuma leve, arejada, com um final de boca que parece querer ficar por ali a fazer companhia.

QUINTA DA CALÇADA ESPUMANTE COLHEITA IMPERIAL BRUTO BRANCO | VINHOS VERDES | 12,5% | PVP 24,5€
ALVARINHO, LOUREIRO
AGRIMOTA - SOCIEDADE AGRÍCOLA E FLORESTAL, SA
17,5
Cor amarelo citrino, aberto, nuances esverdeadas, com bolha fina e cordão persistente. No nariz revela notas de fruto seco, alguma amêndoa amarga, brioche, pão tostado, panificação e uma notas salinas, marítimo, fresco. Na boca mostra espuma muito leve, mousse envolvente, seco, bela acidez a limpar o palato, crocante, vivaz, com término de boca longo.

RARÍSSIMO ESPUMANTE EXTRA BRUTO BLANC DE BLANCS 2006 BRANCO | BAIRRADA | 12,5% | PVP 95€
ARINTO
TOTAL WINES - VINHOS DE PORTUGAL, LDA
18
Cor amarelo palha seca, definido, ligeiros esverdeados, limpo, bolha muito fina e persistente. Plano aromático intenso, complexo, fruta citrina, alguma tangerina, com notas algumas notas mais quentes, maça assada no forno, frutos seco tostado, biscoito areias, notas de panificação, desafiante ou direi antes cativante.  Na boca impressiona a elegância e leveza da mousse, com um harmonia entre a fruta e as notas tostadas, seco, longo, muito bem feito. 

De seguida fomos para o primeiro flight de vinhos brancos do qual em breve contarei aqui a história.

sábado, 4 de abril de 2020

Quinta do Rol Licoroso Pinot Noir 2010

QUINTA DO ROL LICOROSO PINOT NOIR 2010 | LISBOA | 20,5% | PVP  50€
PINOT NOIR
SOCIEDADE AGRÍCOLA QUINTA DO ROL,  LDA
17

A Quinta do Rol já nos tem vindo a brindar com vinhos diferentes e singulares sendo que este licoroso feito a partir da casta Pinot Noir não é excepção. Este junta, de forma harmoniosa, dois dos seus principais produtos, ou seja, a aguardente da Lourinhã e a casta Pinot Noir nascida no seu terroir.
Apenas 400 garrafas foram produzidas. Aproveitar até à última gota.
Cor vermelho rubi intenso, média concentração, lágrima chorosa, aspecto limpo. Aromaticamente complexo, fruto preto passa, ameixa, cereja, ligeiro floral, notas de mel, bolo inglês, alguma especiaria, envolvente. Na boca mostrra volume, macio, cremoso, toque de veludo, perfil equilibrado, sem doçura exagerada, elegante, mostrando a fruta muito fresca, harmonioso, sem pontas soltas, dá prazer e leva-nos a continuar. Final de boca elegante e longo... 

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Dom Rafael 2018 Branco

DOM RAFAEL 2018 BRANCO | ALENTEJO | 12,5% | PVP  9,50€
ANTÃO VAZ, ARINTO
HERDADE DO MOUCHÃO - VINHOS DA CAVACA DOURADA, SA
16

A minha companhia em dois momentos completamente diferentes. Ao almoço a ligar na perfeição com um prato mais leve, massa penne al dente, salmão fumado, abacaxi e rúcula e ao jantar com um robalo assado no forno apenas com um fio de azeite e sal. Maravilhoso.
Cor amarelo citrino, aberto, aspecto jovem, limpo e brilhante. Nariz elegante, fruta amarela madura, tropical recatado e fruto citrino, tudo bem ligado, algum fumado, mineral e fresco. Boca com largura, algum volume e untuosidade, com acidez no ponto, boa expressão da fruta, citrina, limonado e alguma toranja, término de boca longo.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Domingos Soares Franco Colecção Privada Verdelho 2011 Branco

DOMINGOS SOARES FRANCO COLECÇÃO PRIVADA VERDELHO 2011 BRANCO | PENÍNSULA DE SETÚBAL | 13,5% | PVP  9,90€
VERDELHO
JOSÉ MARIA DA FONSECA VINHOS, SA
16,5

Este é um tempo em que as garrafeiras particulares ajudam a passar o tempo. Em quarentena exploramo-la com mais atenção e lá encontramos garrafas que nos despertam a curiosidade. Há poucos dias encontrei esta e não hesitei em colocá-la de imediato no frio.
E vocês? O que já encontraram que tenha valido a viagem?
Quando o provei a primeira vez em 2012 predominava a cor citrina, fruta citrina, jovem, acidez vibrante e a dizer que a guarda não lhe faria mal. Hoje no mercado está o 2019, com rotulagem nova, tenho de o provar também. Curioso que o preço está praticamente igual.
Cor amarelo definido, laivos ligeiramente alourados, aspecto limpo e brilhante. Aromaticamente intenso, uma fruta amarela de caroço madura, citrinos com lima e laranja, envolta em notas de alguma fruta seca, fino, elegante, com traça mineral, fresco. Boca com grande vivacidade, acidez vincada, citrina, crocante, com volume e alguma cremosidade. Final de boca longo, dá prazer desde o inicio até ao final da prova. 
Soube envelhecer e assim continuaria.

segunda-feira, 30 de março de 2020

Alvarinho By Rui Roboredo Madeira 2013 Branco

ALVARINHO BY RUI ROBOREDO MADEIRA 2013 BRANCO | VINHOS VERDES | 13% | PVP  12€
ALVARINHO
RUI ROBOREDO MADEIRA VINHOS, SA
16,5

Sob a assinatura do enólogo Rui Roboredo Madeira e com a marca “By Rui Roboredo Madeira”, foi lançado em 2014 uma colecção limitada de três vinhos que procuram expressar a excelência do grande Vale do Douro na produção de vinhos de classe mundial. Um Douro, um Beira Interior e este Alvarinho do qual foram produzidas apenas 1839 garrafas.
No final do ano passado fez-me companhia à mesa mostrando uma evolução sólida, bastante exuberante nos aromas e com boa acidez e complexidade de boca. Ainda andam por aí umas garrafas no mercado.
Cor amarelo definido, nuances douradas, revelando alguma da sua idade, aspecto limpo e brilhante. No nariz, intenso e exuberante, as notas de fruta aparecem mais quentes, mais passa, com traça mineral presente e notas de barrica já bem incorporadas, adicionando complexidade ao conjunto. Na boca revela volume alguma untuosidade, com acidez equilibradora, vivaz, fruta no mesmo registo já sentido no nariz, num bom equilíbrio entre opulência e frescura, terminando longo. 

domingo, 29 de março de 2020

Herdade Grande 1999 Branco

HERDADE GRANDE 1999 BRANCO | ALENTEJO | 13% | PVP €
ANTÃO VAZ, ROUPEIRO, ARINTO
HERDADE GRANDE - ANTÓNIO MANUEL LANÇA
15,5

O ano de 1999 foi especial na minha vida e por isso, embora os livros escrevam que foi um ano vínico fraco continuo a tentar provar o máximo deste ano e cada vez mais convencido que até terá sido muito interessante.
Este é mais um desses bons exemplos. Um branco do Alentejo com tudo ainda no sitio, a mostrar vida e dar prazer ao beber.
Cor amarelo de tonalidades douradas, menos do que era esperado, uniforme, intenso, aspecto limpo. No nariz aromas ainda a mostrar alguma fruta citrina, tangerina e laranja, envolvida em notas de fruto seco, ligeiros melados, elegante, revelando boa evolução. Boca ainda a revelar um plano de acidez muito interessante, mais fino do que seria de esperar, sem se mostrar cansado, com boa largura, conjunto equilibrado e prazeroso. Comprimento final longo.
Juntaria este vinho a qualquer queijo de pasta mole português sem nenhuma dificuldade. Faria uma tarde muito bem passada. 

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails